sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Eu meto, tu metes, ele mete

Percebemos que a nossa vida deve ser um valente tédio quando um dos nossos ódios de estimação é nada mais nada menos do que ... um verbo.

Pois é. Eu odeio o verbo "meter". Pronto, já disse. Acho-o sem classe, pouco inteligente, chunga até. Meter é poucochinho, e tenho dito. É que mesmo utilizado correctamente é feio. Porquê meter quando se pode pôr, colocar, introduzir. Até enfiar é melhor que meter.
"Mete isso em cima da mesa", "Mete o miúdo no carro", "Mete as meias nos pés" AAARRGH!

Proponho a todo o mundo, ou então à área da Grande Lisboa, que, cada vez que pense em utilizar a porcaria do verbo começado em 'm', conte até 10, faça o pino e arranje um sinónimo à altura. Anexo alguns de onde escolher: internar, infundir, entrar, incluir, incorporar.

"Incorpora lá a meia no pé", "Interna o puto na cama", "Infunde a sopa no prato" 

Hein?? Quem é amiga, quem é?! Boneca Erudita, ao dispor.

2 comentários:

  1. Já começa a ser enjoativo, mas... eu amo você! :D
    (Também me recuso a usar esse verbozinho blhéc.)

    ResponderEliminar