sexta-feira, 11 de outubro de 2013

O mau-feitio pode degenerar em comportamento anti-social

Boneca Maria de Deus, se queres viver normalmente em sociedade, e não fechada numa caverna tipo eremita, exemplos de mau-feitio como os abaixo enunciados podem originar, a médio prazo, situações patológicas de comportamento anti-social. Deverás tentar corrigir-te no futuro (com o auxílio de medicação adequada se necessário), sob pena de se te acabarem os amigos. Vamos lá ter juizinho nessa cabeça, e evitar: 

- Deitar a língua de fora às pessoas que passam de carro e elogiam partes específicas do teu corpo;
- Dizer à senhora que vai encostadinha a ti no metro "Quer boleia às minhas cavalitas?!";
- Perguntar a uma senhora gorda se quer o teu lugar no metro, já que está em estado de graça;
- Para afugentar as senhoras que te querem transmitir a Palavra do Senhor, fingir que espirras para cima delas;
- Quando alguém está a tirar as medidas ao teu outfit, dar uma voltinha para que te possa mirar melhor;
- Quando a rapariga sentada ao teu lado no barco se está a maquilhar e já levaste com pó em cima, não é bonito pregar-lhe uma cotovelada para ela fazer um risco preto em toda a cara;
- Ou quando a senhora ao teu lado no barco decide sacar do verniz para pintar as unhas dizeres "Se essa porcaria me toca na roupa vamos ter chatices";
- Quando estás a folhear uma revista e a falar ao telefone ao mesmo tempo dizeres ao teu interlocutor sobre a pessoa que está a co-ler a tua revista "Olha, espera, vou pedir autorização aqui ao palhaço que está a partilhar a minha revista para mudar de página."
- Quando a senhora ao teu lado se abanica de tal forma furiosamente com um leque que toda a tua cabeleira levanta vôo, tapar o nariz como se dela emanasse um pivete a fossa;
- Quando na aula de Body Combat a pessoa que está a fazer a modalidade pela primeira vez se planta mesmo em cima de ti, na hora de dar um chute ficar com o pé a 3 milímetros do seu olho;
- Quando uma empregada de uma loja cara te tira as medidas de alto a baixo e hesita antes de te dar o preço de uma peça carérrima, perguntar-lhe se quer ligar para o teu gestor de conta a perguntar se tens saldo disponível;
- Também não é fofinho dizeres com ar contrito "Bem sei que o meu escalão salarial é bem mais baixo com o seu, mas eu ando há dois anos a poupar para comprar isto!!!"
- Rosnar às pessoas que não respeitam a fila prioritária nos supermercados. A conversa não é contigo;
- Apanhar o lixo que uma pessoa acabou de atirar para o chão e ir atrás dela para dizer "Olhe, deixou cair isto sem querer!".

[As observações supra emanam de uma pesquisa antropológica rigorosíssima, sob a égide da Universidade de Antropologia de Alcochete, com o alto patrocínio do Centro de Estudos Sociológicos da Lezíria, e podem não reflectir necessariamente o comportamento da autora deste blogue]

2 comentários:

  1. Mas podiam muito bem reflectir os meus comportamentos. Já dizem que tenho mau feitio (embora eu não ache), agora estou ainda mais convencida de que sou anti-social!

    ResponderEliminar