terça-feira, 5 de novembro de 2013

Eu atraio maluquinhos #7

Boneca Maria de Deus rua a fora, telemóvel numa mão a tentar fazer uma chamada, carteira e pasta na outra - as duas mãos ocupadas, portanto - cruza-se com senhor fofinho a distribuir panfletos que me pareceu serem do Professor Karamba ou afins. Ora, fosse eu distribuidora de panfletos pensaria "Olham'esta desgraçada com as duas mãos ocupadas, não vai conseguir agarrar no papel, deixá-la ir à vidinha dela". 
Mas não, senhor fofinho estende a mão para me dar o folheto na mesma.

Ora e é aqui que eu não sei quando parar. Ou melhor, sei, mas não me apetece. Juro, eu gostaria de ser uma pessoa normalzinha e dizer apenas "Não obrigada", mas é mais forte do que eu e tenho sempre de me armar em engraçadinha. Ou em parva, vá.

"Olhe, só se agarrar com os dentes".

O que me safa é que tenho reflexos rápidos e fechei a boca a tempo, porque o gajo não esteve de modas e cá vai alho, pronto para me enfiar o papel na boca...

(Toma que é para aprenderes.)

3 comentários:

  1. neste caso o maluquinho és tu! tu pediste e ele ia agir em conformidade...

    ResponderEliminar
  2. Boneca "Valha-me" Deus... pensa assim... "no final do dia, quando o sr distribuir aquele lixo todo, ganha uns 10€" e assim já compreendes porque ele quer tanto dar aquilo.
    (Atenção, pagavam 10€ quase ha 10 anos atrás, pelo que agora o valor deve ser inferior!)

    ResponderEliminar