quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

O bacalhau do inglês

O meu colega de gabinete no trabalho, do mais British que existe, resolveu à hora de almoço comprar 2 kg de bacalhau. 

Ah e tal, que fofinho, que tradicional, o moço já está a aportuguesar, que boa influência que tu nos saíste, Boneca Maria. 

Uma grandessíssima porra.

Passei o dia inteiro em modo "damage control", a tentar que numas poucas horas, o gajo não estragasse o trabalho de uma vida no que toca à minha imagem profissional e pessoal. Raça do bacalhau emanava semelhante pivete que se sentia a léguas, entrava pelas narinas adentro que parecia que andávamos a chafurdar nas salinas do Samouco. Então à medida que uma pessoa se ia aproximando da nossa sala, valha-me Deus.

E na hora de justificar o dito cheiro? Hein? Vamos acreditar que vem do lado do British gentleman? Ou da badalhoca da portuguesa do lado, que até se está a escangalhar a rir quando a malta entra já de nariz torcido e a fazer cara de CAPORRADECHEIROÉESTEPÁ?! 

2 comentários:

  1. dizes que n respondes a provocações e 'postas' isto????
    tás a pedi-las, mas como sou uma lady vou calar-me.

    ResponderEliminar
  2. Ina ca nojo!!!!

    ResponderEliminar