terça-feira, 14 de janeiro de 2014

E pronto, passou-se

E o que acontece quando uma pessoa não sai muito e não vai a festas, preferindo noitadas de séries, sofá e mantas? Poooois, quando a soltam numa sexta à noite sem filhos (mas marido, atenção) a coisa tende a descambar. Junte-se a isso amigos, boa disposição, perucas, bigodes, óculos e afins (e dizem as más-línguas, vinho de pacote) e temos um cocktail de desgraça e embaraço.

Confesso que me entusiasmei um pedacito com os adereços nesta festarola, mas estive entretida e foi uma doideira. Convém dizer que não bebi álcool. Fará se tivesse bebido.

À uma e meia da manhã (uuuuhhh sua maluca) deu-me o sono, pedi desculpa aos anfitriões e fui para casa fazer ó-ó. Definitivamente entrei na curva descendente da vida. Pelo sim, pelo não, como já sei fazer ponto cruz, vou inscrever-me num workshop de tapetes de Arraiolos. É mais consentâneo com a minha idade e disposição.

Desculpai as figuras, sim?


7 comentários:

  1. this one goes ON my blog. tsss tsss, na dúvida o melhor é usar a língua nativa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei tanto da foto que não me importei com o erro. A Boneca é tradutora, mas não é fundamentalista. Não quando o que importa são mesmo as figuras tristes :)

      Eliminar
    2. No meio de perucas, óculos, adereços e doidice bora lá implicar com uma preposição num adereço… fantástico.

      Eliminar
    3. Nem sequer sabia que era tradutora. Eu não sou. Um simples "google it" resolvia muita coisa para quem escrever e não tem a certeza. Sim, no meio de tudo, o sinal gigante chamou à atenção. Grammar nazi, conhecem?

      Eliminar
    4. Vou já entrar em contacto com a empresa para corrigirem isto.

      Eliminar
  2. Festa da meia-dúzia?

    ResponderEliminar