quinta-feira, 23 de janeiro de 2014

Ele é o mestre de culinária

E hoje em dia faz panquecas maravilhosas. Mas no início...

A primeira vez que decidiu fazê-las foi porque eu lhe dei uma daquelas frigideiras XPTO, que parecem duas juntas, uma em cima da outra, o que facilita sobremaneira a tarefa na hora de virar aquela cena. 

Ora Senhor meu Marido começa a recolher ingredientes. E é aqui que um pouco de feeling ou instinto lhe dava jeito. Não havia leite suficiente? O senhor achou que Trina de maçã cumpriria exatamente a mesma finalidade. E misturar os ingredientes? Com uma colher de pau? Uma colher normal? Um coiso com varetas? Porquê, quando se tem um shaker de batidos?? Portanto, chocalhamos ovos, farinha e Trina de maçã com um shaker, a la Tom Cruise no filme Cocktail. Ficou ótimo, como se pode imaginar, misturadinho que foi uma maravilha. O homem joga a mixórdia na frigideira XPTO (que relembro tem uma ranhura no meio) e desata, basicamente, a fritar Trina, porque, como é óbvio e expectável, a farinha ficou no fundo do shaker. 

Ora sumo de maçã frito é coisa que não encorpa, não cresce, não ganha estrutura. Logo, na hora de virar aquela cena, não obstante o ar profissional que o homem incutiu ao processo, o líquido saiu disparado pela ranhura e cravou-se no chão e na parede e no fogão e sabe Deus mais onde. 

O mais insólito foi mesmo o ar de incredulidade e de espanto dele por não ter percebido o que correu mal.

3 comentários:

  1. Oferece-lhe uma bimby.... o meu, desde que começou a mexer na mesma (sim, porque ele chegou depois dela), parece um chef 5*... ah pois é bebé.

    ResponderEliminar
  2. Olha, o meu da primeira vez que tentou fazer pipocas arruinou-me um tacho... Não é de estranhar que desde esse dia nunca mais comprei milho. Agora só das do microondas. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vá lá vá lá, não teres ficado com o chão da cozinha como se tivesse nevado, como eu fiquei.... é que o moço não sabe que existem tampas para os tachos....

      Eliminar