quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Eu atraio maluquinhos #11

No barco. Where else?

Ora eu sou pessoa que quando vai muito cansada, aterra a chonar e até a baba escorre pelo canto da boca. Mas venho equipada com um chip qualquer de série que, à mínima desaceleração do barco, POOOOING, acordo logo, ou seja, nunca fiquei até toda a gente sair, não passando pela vergonha de ter de vir alguém acordar-me, ou pior, fazer o percurso Montijo-Lisboa-Montijo-Lisboa-até que alguém se compadeça.

Mas o que é certo é que, caso tivesse eu assim o sono pesado, gostaria que uma alma caridosa me acordasse (e já agora, me limpasse a baba com um lenço macio) e me avisasse para sair. Eu cá gostava. Mas pelos vistos sou só eu. Isto porque senhora fofinha que acordei ia-me comendo viva:

Toc toc toc ROOOONC (onomatopeia correspondente ao som de falange bonecal a tocar suavemente no ombro de senhora que roncava desenfreadamente)
- Olhe, desculpe, o barco já chegou, se calhar é melhor sair…?
- HÃAAA??!
- Já chegámos…
- F****DA-SE e acordas-me assim sem mais nem menos, ó??!!!!
- Eerrr… (será que queria uma beijoca de bom dia?!)
- Ias-me matando do coração, pá, deixa-me em paz!!!

E virou-se para o lado e continuou a fazer o seu ó-ó.

Eu não sou pessoa de rogar pragas, mas a esta fofucha eu só desejo que ainda lá esteja, a meio do rio.  

5 comentários:

  1. Mas tu ainda não sabes que é pecado acordar alguém do seu sono de beleza? ahahahahahahhahah

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, Boneca. Tadinha da senhora. Loool

      Eliminar
  2. Aprendeste uma lição...não voltarás a acordar alguém....

    http://dcabanas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai não vou não, é que podem fazer a viagem 40 vezes que eu estou-me borrifando.

      Eliminar
  3. tenho de experimentar uma viagem nesse barco x)

    ResponderEliminar