terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Insultos vs. elogios

Esta temática tira-me o sono.

OK, não tira nada, só achei que se começasse assim o post criaria um certo frisson, e quem não gosta de ser frissionado de quando em vez? Ui, que piada supimpa, Boneca Maria, que tu hoje estás on fire.

Ora a temática elogios versus insultos, pese embora não me tire o sono, dá-me uma certa comichão. O que para uns é um elogio fofinho, para outros pode constituir um insulto gravíssimo, passível de instauração de processo em vara cível.

Ora eu cá chamo, carinhosamente, cachucho a Senhor meu Marido. Cachucho, na minha opinião é um nome cutxi-cutxi. Acontece que o dito é um peixe. Com um ar do mais imbecil. Logo, eu que pensava estar a ser super-fofinha, estava a insultar o homem, chamando-lhe cara de peixe com ar de parvo. Felizmente, ele não é lá muito versado nas artes piscícolas e continua na ignorância.

E chuchu, meus amigos? Montanhas de namorados fofinhos a chamarem-se mutuamente "vegetal com aspeto duvidoso e carregado de pêlo que pica que se farta"! Assim não há romantismo que resista. Como "bicharoco", apelido carinhoso que chamo aos meus filhos e que uma vez ouvi de uma amiga que era sinónimo de monstro. Oi?! Só se for na tua terra! 

Assim de repente só me lembro destes mas sintam-se à vontade de me lembrarem de outros exemplos, que estou que não me aguento de preocupação.

17 comentários:

  1. coirão, jumenta, xostra....
    mula, porca..
    eu adoro estes nomes fofinhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá ainda ninguém tinha percebido isso...

      Eliminar
  2. O meu pai chama à neta, de uma forma embevecida...taliban...
    E é orgulho que eu vejo naqueles olhinos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu chamava pinguço ao meu namorado(hoje marido)até que ele me disse que no Brasil significava bêbado (ele é brasileiro) lol

      Eliminar
    2. Epá, pinguço até eu sabia! ;)

      Eliminar
  3. Ora eu chamo muitas mas muitas vezes porca à minha irmã, à minha sobrinha... Sempre com carinho, claro! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso conta? Tou feita...

      Eliminar
    2. eheheheheh, eu também chamo porca e badalhaca às minhas irmãs, aliás é a nossa maneira carinhosa de nos tratarmos.
      ah, outras vezes também nos tratamos por sebosas e lontras... somos umas fofitas! :D

      Eliminar
    3. Lontra deve ser dos carinhos que eu mais uso, sobretudo porque dá para homens e mulheres! ;)

      Eliminar
  4. Já dizia a Alice Vieira, no "Úrsula a Maior", que chuchu é insultuoso. Aliás, a personagem com esse nome foi colocado no centro de uma roda de gente que, ao melhor estilo bullying, lhe desatou a chamar «planta cucurbitácea!»

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Excelente acrescento a um post que, de outra forma, seria apenas imbecil. Assim ficou quase culto! Obrigada e beijinhos!

      Eliminar
  5. A minha irmã, no auge da sabedoria dos quase 3 anos, chama-me borrachona e farta-se de rir x)

    ResponderEliminar
  6. As crianças cá de casa são todas javalis. Javali 1, 2 e 3.
    Será que só a nós é que isso nos soa a nome carinhoso? :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho o máximo! Aqui são lontras. Ou pestes. Tudo com o maior dos carinhos, claro. ;)

      Eliminar
  7. Eu chamo os meus sobrinhos de "cagalhao podre" e/ou de "cagalhão mal cagado"...e juro que o faço de forma fofinha :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confissão: cagalhão é das minhas palavras favoritas!

      Eliminar