terça-feira, 29 de abril de 2014

Diz-me o que comes, dir-te-ei quão machão és

Ora váláver, temos que o assunto comida é coisa que desperta em mim alegria no geral e contentamento em particular. Até bato palminhas. Sou uma lontra assumida, gosto de comer bem (em qualidade e, se me agrada, em quantidade), mas hoje decidi analisar a coisa numa perspetiva diferente: o que diz a comida sobre quem a come.

- Salmão. Peixinho cor de rosa muito amaricado. Homens que têm a coragem de o consumir em público serão seguramente muito bem resolvidos, sem problemas de maior no campo da masculinidade. Atenção, sushi não conta. Comer aquilo cru é do mais machão que existe, o equivalente a agarrar-se uma mulher contra a parede e … bom, adiante. Pela mesma ordem de ideias, vinho rosé. Vinho de cor assim entalada entre o coral e o fuchsia, portanto. Se não és gaja e bebes rosé, tens um problema. Trata disso. Exceção feita ao paizinho, que gosta do seu Mateus Rosé por alturas do verão. E ai de quem gozar com ele.

- Filetes. Hum… é de desconfiar. Homem que é homem come postas grandes, gordas e feias. Cá filetinho para o bebé, não mesmo.

- Gelatina. Gostais de mulheres flácidas com tudo a abanar, senhores? Então não tenho mais nada a dizer.

- Bananas. Desafio um homem a comer aquilo de forma respeitosa.

- Celerac, Nestum, Chocapic e afins. Se tens mais de 10 anos e te apetece papas, só se tiveres um problema que te provocou a queda de todos os dentinhos. Papas de homem? De sarrabulho, obviamente.

- Qualquer tipo de aves. Homem que se preze come vaca ou porco. De preferência ainda a fazer MUUU ou OOOOINC.

- Espargos. São o paradigma da totozice. E o cheiro depois quando se vai à casa de banho? Ai, se os meus rinzinhos estiverem a funcionar bem o xixi depois de se consumir os ditos vai tresandar. Isto é lá vegetal de gente normal??!

- Vinagre balsâmico. A sério? O de vinho é muito agressivo, é? Com certeza, sôdôna. E é para temperar o quê mesmo? Pois, a rúculazinha. Devo dizer que não há virilidade que resista a rúcula. Já o repolho é do mais másculo. Desde que não seja do frisado, aí apanisga outra vez.

- Risotto. Opá, deixa-te de merdas e pede arroz. E carrrrrega bem nos rrr quando o fizeres.

- Bagas goji? Sementes chia? Linhaça? Granola? É que nem comento. Oh Boneca, mas eu sofro de prisão de ventre! Talo de repolho embebido em azeite e cá vai disto. É de homem resolvido.

- Sumos verdes, detox e o camandro? É de machão sim. Cof cof cof.

- Água. Do piorio. Água, como ouvi a um trolha fofinho em tempos, serve apenas para tomar banho. E uma vez por semana, para não passar o efeito grosa do corpo.

Uma última achega. Gajo de pelo no peito (e de preferência a assomar por cima da gola) não admite nunca que cozinhou na Bimby. E jamais se refere a si próprio como bimbólico, OK? 

Não têm nada que agradecer. Cá beijinho.

8 comentários:

  1. Mega rizada...fizeste-me recordar um colega de faculdade: o lombinho...ele era daqueles que não comia nada que terminasse em inho... lombinhos, bifinhos, ossinhos, jaquinzinhos, peixinhos da horta!!! Um dia num jantar de curso pediu lombinhos com ovo! Ficou para a história e ganhou um cognome!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Coisas que acabam em inho são um excelente acrescento à lista! :)

      Eliminar
  2. Anda para aí muito homem a comer vacas...sem que façam MUU... :p

    ResponderEliminar
  3. E eu agora fiquei sem saber se namoro com um homem ou com uma bicha....
    Não bebe água, mas não come sushi.
    Não bebe Rosé mas toma banho todos os dias e às vezes mais do que uma vez por dia.
    Não come papas, mas come filetes.
    Não pede Risotto, mas come linhaça.
    Cozinha na Bimby, mas não se assume bimbólico!
    No que ficamos, Boneca Maria de Deus???? Hum???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu própria estou deveras baralhada...

      Eliminar
  4. Bananas: cortadas às rodelas, com queijinho por cima

    ResponderEliminar