quarta-feira, 23 de abril de 2014

Presenciei um assalto à beira da estrada!

Tás a ver, Boneca Maria, que a margem sul é perigosa?! Calma, filhotes, não se enervem. Então, tu presencias um assalto e estás com essa tranquilidade toda???!! Bom, querem calar-se para eu contar? Está bem, conta lá, vá.

(Agora vamos todos fingir que esta introdução não foi esquizofrénica, e que estão perante uma rapariga normal, que não está em casa a congeminar dialogozinhos com leitores imaginários)

Ora ia eu toda contente da vida tralala, estrada a fora, pelos campos verdejantes de S. Francisco, Alcochete, quando reparo num carro em sentido contrário a travar bruscamente e um meliante a sair lá de dentro a correr e a atravessar a estrada. E eu, pronto já foste, vai proceder-te a um carjacking, arreia-te uma traulitada e ficas aqui estendida e ninguém te acode, felizmente não tens os teus filhos, pelo menos morres só tu, adeus mundo cruel. Nevertheless, o bandido passa por mim numa grande bisga, entra por uma horta a dentro, arranca um molho de cebolas, desata a correr, entra no carro e arranca com os pneus a chiar, assim mesmo à filme.

Bem sei, ca'ganda anti-clímax, mas o que queriam, no meio do campo pá? Ou bem que era isto ou alhos franceses, ou assim, na loucura, uma abóbora. Só vos digo que o gajo tinha braços buéda grandes, o que fez com que procedesse ao roubo de praí umas 20 cebolas. Com rama! Grande velhaco, que hás de comer salada à pala, mas vais ficar com um mau hálito desgraçado, que é para aprenderes. E hás de chorar a cortá-la! Gatuno!

20 comentários:

  1. Roubar para comer não é roubar....ehehehe!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por um lado, percebo o que queres dizer. Por outro, penso naqueles velhotes que as plantaram ...

      Eliminar
  2. Ahhhhahahahah!!
    (eu num local de trabalho respeitável, a rir à garfalhada, sozinha, para um ecrã de computador)

    ResponderEliminar
  3. Eu sei é pouco... e não me ponhas já na categoria "atraio gajas maluquinhas", mas eu gosto mesmo de ti pá... e do Ricardo Araujo Pereira ...

    Sónia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só posso agradecer! E desejar as melhoras ;) E dizer que pôr-me no mesmo saco com o RAP é só maluco (eu tb adoro o homem, confesso).

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Yep. Daquelas com rama e tudo :)

      Eliminar
  5. Ahahahahah!!! :))))
    Antes Kilos de cebolas que a "nossa" Boneca!
    (Mas que se deve ter assustado um bocadinho, deve...)
    Gatunos com mau halito são do piorio!!
    Beijinhos em si

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso! Antes as cebolas que moi même!

      Eliminar
  6. Se todos os assaltos fossem para roubar comida, a malta até se compadecia, mas quando é para roubar aquilo com que as pessoas trabalham para conseguirem a sua própria comida, já se me dá nos nervos.
    Agora pergunto-me, já há por aí cartazes com a "cara" das cebolas raptadas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha não vi, mas posso eu fazer um, eu desenho munta bem cebolas. :D

      Eliminar
  7. Quando era miuda e ainda vivia em Lisboa pensava "Se algum dia não tiver dinheiro para comer, vou para a terra e vou às hortas roubar umas folhas de couve e faço uma sopa!".... (semeá-las é que tá quieto, eheheheh), já trabalho "na terra", mas ainda não fui às couves do vizinho, lol.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que já rapinei umas laranjas...

      Eliminar
  8. Cá pelos meus lados, nas últimas semanas, tem sido gado das cortes: ovelhas, anhos, galinhas... É a maravilha de se viver no campo. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nenhum bicho está a salvo!

      Eliminar
    2. eu rapino sempre fruta das arvores assim como na praça ou super mercado, provo ora uma cereja, ora um morango...
      se for apanhada cuspo :)

      Eliminar
  9. Cuspir é sempre o melhor remédio. Valhamedeus.

    ResponderEliminar
  10. Dado o teor de alguns comentários, eu sabia...eu sabia pá!!! não devia de ter ido na conversa da Boneca e subscrever isto!!! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ouve lá pá, então um blogue que só diz parvoíce há de ter comentários eruditos, é? Os meus seguidores / subscritores são tão ou mais malucos do que eu!

      Eliminar