segunda-feira, 19 de maio de 2014

Das entregas de prémios à portuguesa

Serei eu a única criatura no mundo com imaturidade suficiente para congeminar discursos imbecis de agradecimento que gostaria de ouvir em galas de atribuição de galardões do tipo das votadas por pessoas que lêem revistas do coração? Ontem dei por mim a ver en passant uma dessas cerimónias e a agradecer a um público imaginário "Obrigada por este prémio, sou uma grandessíssima galdéria mas cá estamos, é disso que o meu povo gosta. Não gostaria de agradecer a absolutamente ninguém, aliás no que depende de mim gostaria que explodissem todos, vocês mais os vossos sorrisos amarelos, que estão todinhos a roer-se de inveja. Bem feita, grandes filhos da p€&@." Ai sou mesmo só eu a brincar a isto? Mais ninguém se diverte ao serão assim?! 
Ups.

7 comentários:

  1. não.....
    nem me dou ao trabalho...

    ResponderEliminar
  2. Para mim só vi uma coisa positiva: a Oceana Basílio...De resto é uma imitação mal feita dos Óscares...mas a nata está lá toda...

    ResponderEliminar
  3. Se me tivesse dado ao trabalhinho de ter visto isso, é claro que sim. Acho que levam aquilo demasiado a sério, a malta devia fazer uns agradecimentos mais divertidos, como por exemplo mandarem a avó de 90 anos que leva 2 horas a chegar ao palco ou um um índio como mandou o Marlon Brando.

    ResponderEliminar
  4. LOLOLOLOL Boneca, obrigada pelos sorrisos que não consigo deixar de exibir cada vez que te leio!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cá beijinho, Teresa sua fofinha!

      Eliminar