terça-feira, 22 de julho de 2014

Balanço de férias

- Soube a pouco, mas as grandes ainda estão por vir. Mas, catano, soube mesmo a pouco;
- Frase mais repetida: "-Tira a mão da pila, Guilherme!" (já contei que estamos na fase de retirada da fralda, não já?);
- Nesta senda, mal o miúdo fazia um esgar ou um ligeiro movimento de querer ir ao bacio, 56 adultos corriam, gritavam, agarravam nele e plantavam-no sentado no dito. Ainda assim, ele conseguia fintar-nos e regar o chão todo, a parede e os armários. E o irmão. E a própria testa;
- Não há limites para a capacidade da bexiga do meu Máinovo. Deve ter sido pelos quilómetros que percorri atrás dele e do respetivo xixi que não engordei um grama, mesmo tendo enfardado que nem uma morsa;
- Raisparta a rede ou o 3G ou o camandro naquela terra: estoirei três-pacotes-três de dados só a brincar no Facebook e afins!; 
- Descobri uma vocação que desconhecia: sou uma profissional a cuspir sementes de melancia, ninguém bate a minha distância, que são assim bué metros. Então se o vento estiver de feição, ui;
- Andei uma semana na Comporta e acabei mordida pelos mosquitos no Fórum Montijo, no dia em que voltei;
- Sou tão paranóica com os mosquitos, que entalei a cabeça do Máivelho numa porta por não ter sido suficientemente ágil a entrar dentro de casa;
- O meu irmão ofereceu uma Nerf ao sobrinho Máivelho. Para quem não sabe o que é: basicamente é um instrumento do demo que transforma tudo o que existe à face da terra num potencial alvo de um piqueno sniper de 8 anos que tem a pontaria de um septuagenário vesgo. Resultado: o pânico instalou-se, há berros, ameaças de castigo e olhos quase vazados (Mano, se me estás a ler, a vingança será terrível.); 
- Já há belas piadolas a circular graças ao desaire dos Espírito Santo;
- E qual a vantagem de não se ter marido nalguns dias das férias? Podemos comer cebola à vontadex, sem medo de sermos corridas da cama!;
- Qualquer bicho com mais de 4 mm deixa o Máivelho num estado de histeria ímpar. Tive ganas de lhe atirar uma lagartixa à tola, mas para isso teria de controlar a minha própria histeria e não tive vagar;
- Máivelho esse que resolveu dormir comigo uma noite e me arreou semelhante carga de pontapés que jurei para nunca mais; 
- Sou capaz de comer sardinhas todos os dias em férias. Não o fiz, mas era menina para isso;
- Quando estou com o meu irmão, temos ambos 12 anos: houve danças idiotas, pedras de gelo no biquini, copos gelados no rego, demasiada parvoíce para quem tem duas (verdadeiras) crianças que são esponjas no que toca a absorver comportamentos;
- Há demasiados espanhóis na Comporta. Aliás, há demasiadas pessoas na Comporta.

Consumi disto como se não houvesse amanhã.
E disto: muito por culpa dos zucas, que vieram
cheios de saudades do seu leitinho Ucal.
As lontras zucas também quiseram ir a Melides, comer o pato da Tia Rosa.
Yammi.

Apresento a prima da Maria Cagona. Lembram-se da história?
Foi a cegonha que me escagaçou toda num destes verões.
Lá está. Uma de muitas.

15 comentários:

  1. conheço a das tias...
    come melancia sem pevides... eu adoro... como uma por semana...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem sabia que existiam. Deve ser cena chinesa.

      Eliminar
    2. Melancia sem pevides? Hum??? E compra-se onde mesmo???
      Estes chinocas pah, inventam com cada cena marada...

      Eliminar
    3. É que só pode ser chinesice!

      Eliminar
    4. a primeira vez que vi e comi foi em Espanha.
      esta semana no pingo doce, melancia riscada sem pevides 0.29€ kg
      tb há no continente

      Eliminar
    5. e não só afinal
      http://expresso.sapo.pt/melancias-sem-sementes-produzidas-em-idanha-a-nova=f752205

      Eliminar
    6. A partir do próximo ano! Até lá, é chinesice e tenho dito.

      Eliminar
  2. Se te fartaste de comer melancia, também te fartaste de fazer xixi, hhihihihihi.
    Foi na piscina, foi???? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, a piscina deixo para os piquenos javardos fazerem as suas necessidades ;)

      Eliminar
    2. Também queres que assine aqui? :P

      Eliminar
    3. Tu não me provoques Zabela Maria.

      Eliminar
    4. Ahahahahahahah, muito bom!!!!
      (Pronto, agora tenho a colega carrancuda do gabinete a levantar o sobrolho por causa da minha gargalhada... não se faz!)

      Eliminar
  3. o pato da tia rosa é assim qualquer coisa...fantástica...viva as férias....viva....ainda bem que não foram as grandes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olarilas que ainda há muito cartucho para queimar!

      Eliminar