quinta-feira, 17 de julho de 2014

O casório

Dia de calor abrasador. Casamento na minha Setúbal. Fomos extremamente pontuais e o que ganhámos com isso? Pela primeira vez na vida, fomos os primeiros a chegar a um casamento. Mas primeiro que o noivo e tudo, basicamente abrimos a igreja. Claro que quando se iniciou a cerimónia já estávamos cansados de lá estar e com uma grande propensão para a parvoíce. Tínhamos um belo grupo de gente com queda para a asneira e foi o que deu: 

- Vais à hóstia?
- Não.
- É que se fosses trazias-me uma.
- Só não vou porque tem hidratos de carbono.

Enfim, a reter:

. Filmei o noivo a abanicar-se com um leque, espero poder chantageá-lo no futuro;
. Casamento com sushi, minha gente, a felicidade suprema!!;
. Aula de Zumba em cima de saltos de 13 cm, check!;
. Gomas às toneladas, felicidade suprema x2.

Pormenor da decoração.
A vista, de cortar a respiração.
Ideia fantástica, sobretudo para choronas como eu.
A nossa mesa.
Agarrem-me, que eu vou-me a eles!
Um grande beijinho à Joana e ao Ricardo, que sejam muito felizes! (Já disse que adooooro casamentos?)

6 comentários:

  1. E se eu continuasse casada... nesse mesmo dia tinha feito 5 anos de casamento! :)
    Felicidades aos noivos!

    ResponderEliminar
  2. Já fui aí a um casamento! Vista espectacular :)

    ResponderEliminar
  3. Fui a tão poucos casamentos na vida, que nem sei dizer se gosto ou não. Acho que são muitos abraços num dia só para a minha pessoa. Mas uma mesa de gomas, se calhar, fazia-me mudar de ideias =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a primeira mesa a ser atacada! :D

      Eliminar