sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O apelo da batata frita

Aaaaah batatongas. Patatingas. Batatinhazinhas. Pitxu-pitxus. Tudo o que lhes quiserem chamar. Carregadinhas de óleo (cá azeite virgem extra, deixem-se de frescuras!) e sal e tudo o que nos entope as artérias e se acumula nas ancas e nos deixa com peso na consciência e noutras partes mais visíveis do corpo e nos faz sentir, no segundo após o consumo, as pessoas mais nojentas à face da terra.

Ponham-me tudo à frente assim de engordativo. Mas tudinho e eu faço pfffffff. Agora apresentem-me um prato (ou uma tijela que não sou esquisita) de batatas fritas e é só eu sentir-lhes o cheiro. Catano, que nada me custa mais. Eu acho mesmo que salivo só de olhar para elas. E por isso pergunto: que trampa viciante é que esfregam naquilo que faz com que uma pessoa - que noutros aspetos da vida até é bastante racional - perca toda a vergonha e chegue a casa e às escondidas dos filhos varra um pacote inteiro, assim a tentar comer com pouco barulho porque as criaturas reconhecem o cruuuuunch batatal? E depois dizer-lhes à cara podre, e ainda com os cantos da boca brilhantes de gordura a escorrer "Batatas fritas??!! Nem pensem! Então a mãe já não vos disse que fazem mal à saúde, piquenas lontras?!"

Aquilo tem de ter alguma merdonga tipo drunfos. Eu, que até comprei uma daquelas máquinas que frita apenas com uma colher de óleo ou azeite (não é a mesma coisa, meeeeesmo) para tentar ter vergonha na cara e fingir que sou uma pessoa pró-saúde e tal e coiso, deveria ser mais forte. Mas não: sou uma alforreca sem carisma que sucumbe à primeira snifadela das bichinhas amarelinhas de sua Boneca, vinde cá à mamã, que vos trinco sem pudor.

Por isso desisti. Decidi assumir este meu vício, esta mácula na minha personalidade que nos outros aspetos é absolutamente encadeante, e acarinhar a esperança de que, da próxima vez que no trabalho me chamarem para ir ao teste do colesterol (cachorros, que não se esquecem que existo), apanhe semelhante cagaço com os valores que ponha a mão na consciência ao mesmo tempo que a tiro do pacote das Lays. Ou das do Pingo Doce, valhamenossasenhoraetodosossantos que são as melhores e mais baratas do mundo. 

Ai, que até me dá uma dor aqui no flanco. Isto afeta-me fisicamente, tende pena, porque isto configura uma patologia. "Olá, eu sou a Boneca e sou batato-fritólica."

20 comentários:

  1. boneca experimenta estas e depois falamos... http://www.continente.pt/stores/continente/pt-pt/public/Pages/ProductDetail.aspx?ProductId=2092498(eCsf_RetekProductCatalog_MegastoreContinenteOnline_Continente)

    ResponderEliminar
  2. Nop... batatas fritas não.... já as bolinhas de queijo e os cones não sei do quê e as tiras de milho e o catano... eh pah, marcha tudo, qual e qual a bota da tropa! :D
    IF

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não sou esquisita, tenho espaço neste corpinho para tudo!

      Eliminar
    2. Olha, da próxima vez que fizeres as tuas batatitas fritas... quando elas estiverem na fase "cozidas em óleo", bota lá pa dentro uma ceboila cortadita às rodelitas... e ospois diz-me qualquer coisa :)
      (Receita da vovó, sim???)
      IF

      Eliminar
    3. Isso, mais lenha para eu me queimar!!!

      Eliminar
  3. Eu até nem sou grande fã dessas coisas (felizmente, que sou de muitas outras também pertencentes à categoria "estraga-barrigas"!), mas provei ontem a versão gourmet do Pingo e gostei! Já tinha provado as gourmet Lays e acho que as do Pingo não ficam nada atrás! Eu cá não sei o que é que colocam de tão aditivo nestes produtos, que conseguem torná-los cada vez mais viciantes (espero não cair no vício, que aquilo é como droga!) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As do PD até me parecem ter menos sal, logo, são muuuuuito saudáveis! ;)

      Eliminar
  4. Mas q foste tu fazer? Vamos criar esse grupo de batato-coiso q disseste. É que eu também não consigo resistir a batatas fritas, sejam elas quais forem. Credo q até dói! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso. Tipo reuniões da Tupperware, mas para enfardar batatas!

      Eliminar
    2. Xi! É que tou mesmo a ver a cena. Meia dúzia de almas a enfardar chupa como se não houvesse amanhã... À terceira ou quarta reunião já não andávamos... Rebolávamos! xD xD

      Eliminar
    3. Faz-se só uma por trimestre! :p

      Eliminar
    4. Quando disse "chupa" queria dizer "chips". Lá tá o corrector a funcionar... Mal!

      Eliminar
    5. Disfarça agora. Sua maluca!

      Eliminar
  5. e as batatas fritas da minha mãe? com mostarda???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como é que eu nunca provei isso??!!

      Eliminar
  6. Aiiii nossa sra dos caramelos de fruta! Batatas fritas,esse pecado do demo!Adorooooo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :D (adorei a nossa Sra dos caramelos da fruta!)

      Eliminar
  7. Acho que já consegui deixar o vício. Mas temo uma recaída....

    ResponderEliminar