sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Aaaaaahh, o Halloween, essa comemoração tão portuguesa...

Agarrem-me, que nesta altura do ano dá-me ganas de esventrar criancinhas e dá-las a comer aos porcos do Montijo. Depois, felizmente, estas vontades passam e resta apenas a de lhes atirar com tomates congelados à cabeça quando me vêm bater à porta. E por que não tomates frescos? Primeiro, porque os uso na salada e segundo porque não aleijam tanto. Raios partam os putos e o "doçura ou travessura" e era o que mais faltava partilhar as minhas ricas gomas com fedelhos ranhosos. 

Sendo assim, comprei as belas das gomas alusivas ao Halloween da Hussel para moi (e os meus rebentos) e doces tramposos do Lidl para distribuir à canalhada da vizinhança. 

Mas agora me lembro que o Máivelho também anda com ideias de ir chagar os vizinhos a pedir doces. Espero bem os meus vizinhos sejam fofinhos e conscienciosos e só tenham gomas sem açúcar, de gelatina e biológicas para dar às crianças amorosas que lhes vão bater à porta. O puto entretanto apresentou-me a estratégica que delineou: leva a Nerf (uma caçadeira que dispara balas que, embora de esponja, ainda são meninas para fazer estragos, sobretudo se disparadas à queima roupa) e manda uma fogachada em quem não tiver doces. Ah meu rico filho, orgulho de sua Mãe. Manda também balázios aos fonas que tenham a lata de te dar gomas do Lidl!

Belas gominhas assustadoras, yammi.

4 comentários:

  1. Mas há umas no Lidl, não sendo eu grande apreciadora de gomas, que até são boazitas: as dentes de drácula! Ass: Ai cocó.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, então vai-se a ver e comprei gomas maravilhosas para os putos. Sou uma coração mole.

      Eliminar
  2. Ah adoro o Halloween, e o Carnaval, e levar porradinha no lombo. Ah, adoro...
    Já me tocaram à campainha, e eram uns fedelhos já matulões só para chatearem, mandei-os para o car@lh$, com toda a educação...e um balde de água.

    ResponderEliminar