sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Um homem perfeito por €100?!

Quem quer, quem quer? Mas alto! Não é para a trungalhunguice. Oh, sendo assim, podes ir lamber sabão, Boneca. Ah pois é, assim o caso já muda de figura, não? 

É esta a temática de um dos artigos desta semana da revista Visão, reputada publicação que resolveu novamente pedir a opinião da criatura mais imbecil do eixo Montijo-Alcochete, tentando dar um ar sério à coisa. Para os anais da história fica a descrição mais profissional a que alguma vez terei direito: "(...) A casinha da Boneca, blogue onde as relações mulher-homem são sobejamente analisadas". Boooooolas, isto dito assim até me deixa com vontade de solicitar o tratamento por Dra. Boneca. Aliás, comecemos já assim. Se alguém quiser comentar este post, terá de me tratar por Dra. Boneca. Caso contrário, não tem direito a resposta.

Mas adiante: basicamente, há uma empresa americana que aluga "homens-servo" para tudo o que a mulher quiser, menos o fonga-fonga. Buuuuuuuuuu, apetecia-me gritar estridentemente aos ouvidos do jornalista que me desafiou a contar-lhe o que faria com o escravito. Ora que catano, então qual a serventia desse gajo? Todavia, bastou-me pensar no assunto uns minutos e as duas horas que me foram concedidas (jornalista fona, só se dispôs a desembolsar 200 euros, grande canguinha) já me pareceram ser insuficientes para tudo o que eu punha o George a fazer. Sim, podemos escolher o nome dele e eu, pelos motivos óbvios, escolhi George. O fofinho do jornalista perguntou-me porquê. PORQUÊ, HOMEM DE DEUS??! Rasteja lá de baixo da pedra onde vives, olha para cima, snifa o ar à tua volta e repara lá que mais de metade das mulheres do mundo estão de luto pelo casamento do Clooney. E vai daí, depois desta totozice, desfiei o rol de características que queria para o Georgezinho, a saber, "metro e 80, barba em dois dias, olhos claros, cabelo com ondas perfeitas, abdominais do tipo tanque da roupa, um sinal de nascença no peito musculado ou uma cicatriz de uma operação ao apêndice (só para quebrar a perfeição). Usava-o para me limpar a casa, arranjar o autoclismo, que anda a pingar há duas semanas, adiantar o jantar e fazer-me massagens aos pés cansados de um dia inteiro em cima de saltos altos. Mas duas horas é o ciclo de roupas em algodão resistentes! Se ele pusesse a máquina a trabalhar, já não estendia!" 

E é esta a minha opinião, semelhante aliás à das restantes mulheres contactadas. Mas se não é para a badalhoquice nem para o strip, para que servem eles mesmo se não para massagens (sem partir metatarsos e outros ossinhos ófaxavor) e para tarefas domésticas?! Assim de repente não me ocorre nada... E a vós, xuxus?!

Fiquei supimpa na foto. Mas qual foto, mulher,
que não apareces em lado nenhum?! Precisamente.

21 comentários:

  1. Ora para que queria eu um homem durante duas horas e por 100€... eh pah, é que nem sei bem, mas podia alugá-lo para sacudir tapetes e afins, se bem que a cena ficava cara... mudar moveis também não, visto que o fim no passado; pintar paredes também não, tendo em conta que eu própria já as pintei; olha... chego à conclusão que não me servia mesmo para nada.... deixa cá poupar os 100 euritos que dão jeito para coisas com mais utilidade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me trataste por Dra. Boneca!!!

      Eliminar
    2. xiiiiii, pois foi.... oh sô drª, as minhas mais sinceras desculpas! :P

      Eliminar
    3. Ah bom, assim está melhor. :)

      Eliminar
  2. Dr Boneca...portanto o homem só conta para três tipos de atividade? hummm...muito me conta...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conta lá melhor que eu acho que são quatro... ;)

      Eliminar
  3. Dra. Boneca, eu cá punha-o a lavar o carro sem camisola...a limpar o pó sem camisola...a lavar o terraço com a mangueira sem camisola e molhando o cabelo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois!!! Eu fiz esse pedido especial, mas não me ligaram nenhuma! Se fosse uma jornalista mulher teria sido solidária!

      Eliminar
  4. Deixem que vos diga, mas estou a adorar que todos os comentários comecem por Dra. Boneca. Acho que vou adotar isto para todo o sempre.

    ResponderEliminar
  5. pois se eu pagar €8 por hora a uma mulher a dias, faz as lides domesticas melhor com qq gajo e com o que sobra pago outra coisa....ou guardo o dinheiro...
    além de que, como sou alérgica ao pó não podia estar a observar a criatura
    e não te trato por sô doutora!

    ResponderEliminar
  6. Senhora Engenheira Boneca, para quê pagar por aquilo que o homem da casa já costuma fazer?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sôtor, está a partir de um princípio deveras arrevesado.

      Eliminar
  7. Para todos os efeitos não estive aqui!!! não li o post, e muito menos os comentários!!! E já conheço a boneca à tantos anos, que recuso-me a dar-lhe um grau académico... :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Perdoo-te, apenas pelo privilégio de ter um comentário teu a prestigiar esta humilde barraca! E porque ainda desencantas alguma foto comprometedora com uns 20 anos e eu é que me lixo.

      Eliminar
  8. Ó Sôtora, Sôtora? Eu cá concordo com Lady Garfield. Gajo nas lides domésticas? Naaahhhh... Eu era mais capaz de fazer como a Anónima lá de cima. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cada uma faz o que lhe dá na real gana. Para mim, massagens nos pés enquanto a casa está toda tratadinha e o jantar adiantado equivale a Céu.

      Eliminar
  9. E fica assim comprovada a (in)utilidade de um homem =p cortesia da Dra. Boneca

    ResponderEliminar
  10. Mas porque é que não aparece a sua foto na entrevista, Dra. Boneca?

    ResponderEliminar