quarta-feira, 12 de novembro de 2014

O que preferias tu, Boneca Maria de Deus?

Não sei se já repararam, mas para os meus quase-38 e o estatuto de senhora casada e mãe de filhos, sou uma criatura bastante parva e infantil. Bem sei que preciso de vos alertar para tal facto, porque este blogue irradia seriedade e inteligência, e só a muito custo encontram um post menos do que filosófico. Ou não.

Serve o intróito para apresentar uma das minhas brincadeiras favoritas, e de uma grupeta de gente tão ou mais parva do que eu, que ao almoço se diverte a fazer perguntas idiotas uns aos outros e quase a cuspir comida de tanto riso. 

E então em que consiste essa brincadeira tão supimpa? É a do "O que preferias, se fosses obrigada a escolher...?"

Passo a exemplificar, e esta pergunta foi-me mesmo feita, e confesso tive uma certa dificuldade em decidir-me: "O que preferias tu, Boneca Maria de Deus? O teu marido com valentes mamas ou o teu marido com 150 kg?"

E assim sucessivamente com perguntas idiotas (nem vou entrar por "Preferias uma mão enfiada em xixi quente ou um pé enfiado em cocó frio?" porque isso OBVIAMENTE nunca aconteceu e era só parvo.). Houve as "Preferias a tua mulher com 20 kg a menos ou com 20 kg a mais?", "Preferias nunca mais fazer sexo ou comer batatas cozidas para o resto da vida?", ou, as nossas preferidas, escolher os maiores estafermos com quem trabalhamos e fazer os outros dizer quais deles escolheriam para dar continuidade à espécie em caso de cataclismo.

O quê? Não é normal pessoas com mais de 30 anos (e uma até com quase 50, sim, palhaço, sei que estás a ler isto) divertirem-se assim à mesa? Eu cá acho que é.

Sem comentários:

Enviar um comentário