terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Como evitar parecer uma ursa polar grávida?

Pois que Boneca Maria de Deus, autoridade em frio polar, contando no seu vasto currículo com uma licenciatura em enregelamento de extremidades pela Universidade polar Ártica, um MBA em Ciências das Estalactites Nasais, e doutoramento em R&D em Dormência de Rabo e Patareca pelo Institute of the Penguins and Esquimos of the North Pole and Vicinities, é basicamente uma sumidade na matéria. Por isso se propôs dissertar sobre yet another assunto fraturantérrimo, sobretudo com eleições à porta.

Ora ide aqui a esta porta ao lado se estais interessados em perceber como podemos cobrir-nos de pelo sem arriscar apanharem-nos e quando dermos conta acordamos no Oceanário. E não é do lado de fora do vidro, que isso até é fixe.

5 comentários:

  1. Ser mulher é tramado...
    Ser chique, ficar/parecer magra com um frio de rachar!
    Neste momento estou no meu escritório, vulgo, sede do pólo Norte na cidade de Braga com o meu cachecol king size todo enrolado como se fosse a mantinha do sofá, e com uns stilettos nos pés enregelados (as pantufas já estiveram mais longe de vir até cá também).
    Como diz a minha avozinha "Quem tem brio, não tem frio!"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tua avozinha é que a sabe toda! ;) Beijinhos de Alcochete até Braga.

      Eliminar
  2. Confesso-te que quando vejo uma gaja toda boa de calças de ganga e casaco curtinho, num dia em que estão 5ºC, a palavra que me vem à cabeça não é "sexy". É mesmo "tonta".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu penso sempre que o problema sou eu. Deve haver gente que não tem frio. Agora começo a perceber que talvez não...

      Eliminar
    2. E olha que eu nem sou friorenta. Gosto muito do frio (muito mais do que do calor). Mas há mínimos!

      Eliminar