segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Red lip sexy bitch

Cheguei este fim de semana à brilhante conclusão que não fui feita para andar de beiçola pintada. Euzinha, adepta de apenas batons hidratantes com brilho, resolvi pintar os lábios de vermelho no domingo numa saída em família (já contei que o meu irmão está cá? Quer dizer, esteve, foi uma semaninha que pareceu dia e meio, grande palhaço). 

A coisa até parecia gira e tal, e Senhor meu Marido gosta, embora não me presenteie com nenhuma beijoca pelos motivos óbvios:

Sexy mãedafoca
Acontece que, ao fim de um tempo, uma pessoa esquece-se que tem aquilo. E só me lembrei quando olho para o Máinovo e ele parece um índio. O rapaz parecia que estava a sangrar da cara toda, inclusivamente do cabelo. Meu rico filho, que o esbeijoco a cada 5 segundos, parecia um pele vermelha. E tirar-lhe aquilo de cima, ráisparta os batons de longa duração, ia arrancando a pele ao miúdo, o que no fundo até está bem dentro do contexto. Mim grande-chefe-agora-depois-de-velha-é-que-te-deu-para-isto, ele mini-índio-máinovo-criatura-máifofa-de-sua-mãe-que-prometeu-guardar-o-batom-vermelho-para-uma-saída-sem-filhos. Ou para quando ele tiver 9 anos, como o Máivelho, que já não permite que eu lhe arrefinfe bjufos assim sem mais nem quê.

Sem comentários:

Enviar um comentário