terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Verde-código-verde

Ou OK-código-OK, como lhe quiserem chamar. Ou de como nisto dos cartões de pagamentos sou uma galdéria. Ou até de como escrevo tanta parvoíce que não tarda me despedem da NiT. Vá, ide aqui e leide. Lede. Lady. Coiso.

6 comentários:

  1. Confesso que nunca passei por situação similar mas já me aconteceu n ter cartão nem dinheiro comigo...e ter de dizer vou só ali e já venho...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu cartão está sempre a empancar. O meu diagnóstico é banda magnética assada! ;)

      Eliminar
    2. Por acaso não guardas o cartão junto ao telélé? Costumam dar faísca esses dois. Não se gramam nem por nada. :D

      Eliminar
    3. Guardo, sempre. E sei disso, mas nunca me lembro! :/

      Eliminar
  2. Cat de Castrofevereiro 03, 2015

    Bonito bonito foi em tempos de estudante ter o cartao a zeros, e esquecee-me que tambem a zeros estava o porta moedas, e em vez de seguir pela nacional, não fui de modas e ála pela autoestrada que é mais rápido e há menos empatas. Chegada a hora da saída era preciso pagar a portagem e.... fez-se luz.. "carago que não tenho um chavelho furado". Sobrevivi sem passar vergonhas graças à querida maezinha que tinha sempre um eurito à mão para o carrinho do supermercado =). Mãe é mãe e mesmo sem saber salva-nos nestas horas de aflição ;).

    Cá besito para Boneca Maria de Dios (upgrade já merecido) e mais um texto niteano muito bom :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mães sempre a safarem-nos! Gostei do upgrade, ainda hei de chegar a Muñeca Maria de Dios! ;)

      Eliminar