segunda-feira, 23 de março de 2015

Flagelos no Facebook

Há um flagelo que grassa Facebook a fora, que nos aparece no feed assim como quem não quer a coisa, vemo-lo num comentariozinho aqui, numa foto acoli, vai moendo e não matando, mas que a mim pessoalmente me tira do sério.

Estou a falar das páginas conjuntas do Facebook. As ditas "TelmaEJoão", "Cajó e Sua Fofinha", "Tó e Mi", "Nhonhó e Cocózinho" e afins.

Ora, pergunto eu, o Facebook é grátis, logo, não sendo o objetivo de poupança, o que leva uma pessoa sã a anular a sua identidade e individualidade para criar uma espécie de entidade conjunta apenas para efeitos facebookianos? Ai filho, assim escuso de te taggar nas fotos do batizado do Joselito, que me vai dar uma trabalheira do camandro. Olha, querida, assim não há cá desconfianças com trocas de mensagens com outras mulheres. Tudo às claras, és única na minha vida e eu dou-te esta prova de amor abnegado acoplando-me a ti tipo carrapato carente nas redes sociais. Opá, que amor, penso eu quando vejo as ditas páginas. Cai-me uma lagrimazinha pensando que Senhor meu Marido nunca me propôs semelhante fofurice, a besta insensível e com uma pedra da calçada daquelas mal polidas e cheias de arestas no lugar do coração. 

E mais importante: quando a relação termina, o que se faz com a página? Quem fica com a custódia das fotos? Estabelece-se guarda partilhada e o homem gere os posts ao fim de semana de 15 em 15 dias? E nas férias, que pés à beira da piscina terão honras de foto de capa?! Reflitamos sobre isto, irmãos, que é tema sério e fraturante. 

Próximas reflexões - de que forma podemos castigar as pessoas que:

- botam likes nas próprias publicações;

- publicam 638 selfies por dia, olha não fui eu que tirei, apanharam-me assim sem querer com este ar sonhador;

- vomitam frases motivacionais à razão de 3 por hora.

21 comentários:

  1. Ahahah eu detesto pessoas que têm esse tipo de "presença" nas redes sociais! As pessoas não percebem que é demais? Onde anda o bom senso?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas o pior é que são "n", não apenas um ou dois exemplares...

      Eliminar
  2. Há uns muito giros tipo :"Cátia Marisa Amo-te Joel Carlos". A-DO-RO. Em relação aos likes nas próprias publicações voto em choques eléctricos cada vez que alguém fizer isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oooohhh, nunca vi desses :( (Dois votos pros choques!)

      Eliminar
  3. Boneca e as suas reflexões profundas sobre os temas fracturantes que atormentam a humanidade lol Na minha opini-ao, as páginas de casal não têm lógica nenhuma, como já tinha dito antes, e a Boneca aprofundou (e bem) as devidas razões. Relativamente às três reflexões finais do post, cheguei à conclusão que no meu feed brotam espécimes que reúnem as três características: fazem like nas suas publicações (normalmente fazem-no no instante seguinte à publicação. Um aparte: se publicam é porque gostam, logo não há necessidade de "laikar"), publicam N selfies (ainda se fossem bonitos (as)) e partilham imensas frases motivacionais (ou estados de alma: desesperado, triste, solitário) tipo três por hora. Ai Deus, ainda ninguém se lembrou de criar uma espécie de "Manual de Boa Vizinhança do Facebook"? Boneca, temos aqui pano para mangas. Bjs, MR

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo repto, temos de ser uns para os outros na descoberta e aprofundamento dos temas que realmente importam!

      Eliminar
    2. Estamos cá para isso! :) Mas à conta desses espécimes que brotam como cogumelos no feed, já me começa a chatear ir ao Facebook. Tenho a sensação que anteriormente ainda se aprendia qualquer coisinha com o Facebook. Agora, parece que aquilo estupidifica as pessoas. É melhor reduzir a dose e consumir com moderação antes que me torne num deles ;) MR

      Eliminar
    3. Este é um caso em que não se poderá aplicar o "se não os podes vencer, junta-te a eles". Antes borrar um pé todo até ao joelho!

      Eliminar
  4. E as que, tendo página individual, põem os carrapatos na fotografia de perfil, hã?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haha, esses exemplares! Também os tenho aos pontapés no FB.

      Eliminar
  5. Escrevi sobre isso ózános (como se diz por aqui) e mesmo assim não erradiquei essa gente de minha vida. Não compreendo a humanidade em geral e essa malta em particular, nada a fazer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bota aqui link, gostava de saber a tua douta opinião sobre o assunto.

      Eliminar
  6. Boneca... inspira, expira, conta até 10... vou contar-te um segredo: há pessoas que não atingem, portanto não vale a pena arranjares (mais) uns cabelos brancos...
    Vai lá fazer um chá de coentros que isso passa...
    Cá beijinho repenicado. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São coisas que me aporrinham. pá.

      Eliminar
  7. eu ainda ando à luta com os convites para jogos...que parvalheira tão grande....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À conta dos convites para jogos, já bloqueei convites de mais de 50 amigos no FB.

      Eliminar
  8. Ainda hoje pensei nisso. Mas o que é que eles têm na cabeça?! E tal como há no facebook também há no instagram. É o amor!! Ahah

    ResponderEliminar
  9. E aqueles que põem " nome dela, nome dele, apelido dela, apelido dele" ??? MEDO xb
    Cátia :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Duas palavras para esses: spoo-ky!

      Eliminar