terça-feira, 5 de maio de 2015

A futilidade elevada à sua potência máxima

Deixem-se de tretas, toda a gente avalia toda a gente pela roupa. É mais forte do que nós: mal batemos os olhos em alguém, tiramos-lhe imediatamente a pinta pelo aspeto.

Vem isto a propósito de um homem bem giro que costuma vir no barco à mesma hora do que eu. Bem parecido e tal, um estilo de vestir descontraído que até é o meu tipo, enfim, bom para lavar as vistas que eu posso ser casada mas não estou morta. Acontece que esta criatura um dia destes foi de fato. E eu sou uma mulher que - regra geral - acha que o fato faz um upgrade na aparência de um homem. A NÃO SER que o homem se enfie num fato do avô, o que era o caso. A criatura parecia-me um trambolho, de fato com corte à velho, cor de caca líquida e chumaços. Nada que se aproveitasse. Valente turn-off. Nunca mais olhei para ele da mesma forma.

Lembra-me isto de uma história: Senhor meu Marido envergou num casamento (uns meses antes de me conhecer) um fato amarelado de um tio com o dobro do tamanho e peso dele, com uma gravata amarela com bonecos e alfinete de gravata. A sorte dele é que eu só vi as fotos desse casamento depois de já estarmos casadinhos, porque em verdade vos digo, é uma imagem que ainda hoje me assombra. E eu só vi em fotos, imagino quem testemunhou o debacle ao vivo e a cores. Eu cá, ferida mortalmente nojólhos, optei por recalcar. Felizmente, com o tempo, a coisa melhorou no que aos fatos concerne, muito graças a esforços bonecais. Agora está bem mais jeitoso, benzódeus. E confere: eles ficam mesmo mais sexy de fato.

25 comentários:

  1. Verdadinha. Um dos grandes avisos em Coimbra para quando se sai à noite e achamos os rapazes giros de traje, não fazermos nenhum avanço. Porque é só eles tirarem aquilo que viram trambolhos.

    ResponderEliminar
  2. fato amarelo?? credo até a mim me está a doer e não vi foto nenhuma :P

    ResponderEliminar
  3. Concordo a 4746204% com o 1º ponto. Ainda que, ao ler me tenha lembrado imediatamente de um post que li já no ano passado em que referias a tua "embirração" com a marca Desigual (até fui pesquisar de novo só para ver qual era a palavra que tinhas usado), acho terias uma embirração comigo também se eu fosse no barco em que viajas, sou fã da Desigual, aqui que ninguém nos ouve 90% do meu guarda roupa é de lá.
    Quanto ao homem, nesse dia podia ir a uma festa dos anos 70 ou algo assim... Como só aconteceu uma vez não é caso para alarme, ainda! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desigual, hein? Tsss tssss, que vergonha. A tua sorte é que eu sou uma pessoa inclusiva e dou-me bem com toda a gente. Menos maluquinhos. Ou anónimos estúpidos. Ou pessoas que gostem de touradas. Bom, fiquemos por aqui.

      Eliminar
    2. Maluquinho, acho que não. Touradas, detesto! Agora anónimo... Digamos que sou metade anónimo pq venho para aqui comentar com o nick do youtube. Mas vá prometo que vou mudar, vou começar a comentar com a minha conta.

      Eliminar
    3. Acho bem, que isto de andar a falar com um máquina de lavar é meio coo-coo.

      Eliminar
    4. Falar com um máquina de lavar, muito bom xD
      Prometo que vou passar a comentar sempre com o meu nome ;)

      Eliminar
    5. Bem-vindo, Miguel! :)

      Eliminar
    6. Sou a mesma pessoa, fiquei na dúvida se se percebeu.... :/

      Eliminar
    7. Pois claro que sim, tenho esta cara mas não sou parva ;)

      Eliminar
  4. Nojólhos? Tu também dizes nojólhos? :o :D

    ResponderEliminar
  5. Xiiiii, andei com um tipo do Estoril que se abespinhava todo, cada vez que Ella dizia "ujólhos".
    Quanto ao fato amarelo... senhores... e gravata a condizer... bom, acho que tenho de trabalhar! :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opá, eu só digo a brincar. A sério digo "ozólhos", pornto.

      Eliminar
    2. Se Ella estiver a falar depressa começam "ujólhos" a bombar! :P

      Eliminar
  6. Confere. Também gosto muito de os ver de fato. Daqueles giros, claro. Mas também gosto de uns jeans com blazer. Gosto de os ver arranjadinhos, portanto. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fazes tu muito bem. Eu cá não sei se é pelo facto do gajo andar sempre de roupa do ginásio que me faz pelar-me por vê-lo de fato. Provavelmente sim.

      Eliminar
  7. Essa análise faço-a à roupa mas, sobretudo, ao calçado: o modelito, a cor, o material de que é feito, se faz pendant com outro item do outfit, etc etc achas que deva ficar preocupada com tal pornenorização? Lol Cá para mim, acho que é mais numa perspectiva estética da coisa. Beijoca

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é de ficar preocupada, eu faço o mesmo. É muito "à gaja" ;)

      Eliminar