quarta-feira, 20 de maio de 2015

Novamente a propósito do "snooze"

Aproveitando o mote da Mixórdia de ontem e do texto maravilhoso que eu já tinha escrito sobre o tema, permitam-me que partilhe uma experiência que, em minha modesta opinião, todos os que padecem com um companheiro(a) de cama snoozólico deveriam perpetrar para com esse, digamos, grande estafermo. Ora, consiste tão-somente no seguinte:
1- Toca o alarme;
2- Visto ser o toque "oficial", vamos permitir que este exista e dar ao Estafermo que Dorme ao Nosso Lado (ao adiante designado por EDNL) o benefício da dúvida;
3- O EDNL arreia a mocada da praxe no aparelho e vira-se para o lado, como seria de esperar, e é aqui que o plano maquiavélico entra em marcha;
4- Nesta fase, a vítima do EDNL, fingindo continuar a dormir, fica à coca, deixando-o pensar que vai preguiçar descansadinho à espera do próximo toque;
5- Toca o snooze! Agora atentem: a mestria aqui consiste em mandar um berro como se o mundo fosse acabar, em simultâneo com um salto da cama de, pelo menos, metro e meio, para cima do EDNL, aterrando em voo, de preferência, em cima de partes sensíveis;
6- Fingir que continuamos a dormir como se nada fosse;
7- Desfrutar do impacto e dos efeitos subsequentes;
8- Agradecer ao Criador a hora em que se descobriu determinado blogue que presta serviço público de elevado gabarito. 

De nada, pessoas, estou cá para isso. Experimentem lá este truque e depois digam coisas.

6 comentários:

  1. Ainda bem que quem dorme comigo não lê este blog! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Manda lá aí o contacto, para eu ter uma conversinha com ele!

      Eliminar
    2. Ai não que não mando. Ele ainda é mais maluco do que tu, podia lembrar-se de outra coisa muito pior. Nem imagino os 2 juntos a conspirar. *arrepio*

      Eliminar
  2. Boneca Maria de Deus, se alguma vez me fazem isto eu processo-te!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas pede para ele gravar, que eu vou adorar! :D

      Eliminar