segunda-feira, 1 de junho de 2015

O mistério das colheres desaparecidas

Uma casa. Uma família de 4 pessoas. Um conjunto de 6 colheres de chá. Que servem para tudo menos para o chá: elas servem para comer iogurte, para servir molhos, para tocar bateria em cima da mesa e para rampas de bonecos Playmobil. 

Rapidamente as 6 colheres passam a 2, sem explicação aparente. Outras 6 colheres surgem em sua substituição e as 8 colheres a uso continuam a cumprir a sua função de servir para comer gelatina, para desentupir o ralo do lava-loiças, para arrear traulitadas na cabeça de irmãos, enfim, para tudo menos beber chá.

Novamente as colheres passam a 3, e de 3 passam a 2. Compram-se mais 6, desta vez ranhosas, porque já se sabe que daí a sensivelmente 2 semanas terão desaparecido para o limbo das colheres, uma espécie de Triângulo das Bermudas que se situa em S. Francisco de Alcochete, entre a Sociedade Recreativa e a Junta de Freguesia.

O homem da casa culpa a mulher, que despeja tudo com os pratos, a mulher culpa as crianças, porque são pequenos e totós, tudo discute, ninguém se entende, as colheres nem vê-las. Um inventário mostra que afinal também há garfos, facas e colheres de café desaparecidas. Só as de sopa se contabilizam miraculosamente todinhas.

Ontem, ao abrir o armário do caixote do lixo, dou por uma colher de pau gigantesca lá enfiada, com o cabo de fora. Donde se conclui que, se alguém (que esteve a comer ovos mexidos com bacon) enfia - SEM DAR POR ISSO - uma colher gigantesca dentro do caixote do lixo, fará com mini-colheres e outros talheres. Triângulo das Bermudas de Alcochete, my ass. É mas é o "Mãozinhas de Porco" lá de casa.

11 comentários:

  1. Colheres? Então e meias?
    É uma coisa do além, só pode.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Opá, não puxes por mim. Segundo as últimas estatísticas lá de casa, tenho 40-pares-quarenta descasados!!!

      Eliminar
  2. Colheres, meias, molas da roupa, tampas das caixas... e com a velocidade que se gasta papel higiénico nesta casa, também me parece que andam mas é a pô-lo no lixo. Só pode!! :)

    ResponderEliminar
  3. Muita solidariedade daqui!

    ResponderEliminar
  4. Mas explica-me lá, para que queres tu colheres de chá com este calor? Se não se pode desentupir o ralo do lava-loiças nem arrear traulitadas na cabeça de irmãos não entendo...

    ResponderEliminar
  5. Por cá é talheres no geral. Um destes dias convidei pessoas para jantar e quase quase na hora combinada lá tive de ir comprar talheres que os que tinha não chegavam. :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devem estar todos escondidinhos no mesmo sítio a gozar connosco.

      Eliminar
    2. Colheres nem me queixo masaquelas molas fecha-sacos estão sempre a sumir-se :/ e cá por casa não há assim tanta embagem a ter de ser fechada
      Olha... mistérioooo :)

      Eliminar
    3. Olha, essas lá em casa aparecem no meio das molas da roupa!

      Eliminar
    4. Nem sequer me lembrei disso, mas também acontece por aqui. Constantemente. Em casa da minha mãe idem aspas. Compra-se um saco daquilo e em 15 dias desaparece metade. :S

      Eliminar