sexta-feira, 26 de junho de 2015

Tenho a mania que sou boa, mas sou mas é uma boa m#rda

Um dos meus grandes dramas (e, espero, de mais mulheres por esse mundo afora) é saber como lidar com os piropos mais hard core. Tenho bem presente que o princípio de base - porque no caso estamos a lidar com gente imprevisível e, vá, estúpida - é não ligar, mas com este meu feitio, sabe Deus que a maior parte das vezes é impossível ficar calada, não tanto para mandar vir, mas sobretudo porque gosto de dar troco a gente que acha que pode dizer o que lhe apetece sem consequência. 

Acontece que a malta nunca sabe a categoria do grunho, se é mansinho, espertalhão ou mesmo passivo-agressivo. No entanto, após anos de pesquisa antropológica, cheguei à conclusão que qualquer resposta que se dê desencadeia um mecanismo de reação contrária que faz com que, miraculosamente, o nosso sex appeal se transforme: começamos sempre por ser atraentes aos olhos do javali, mas se revidamos deixamos de o ser. 

Compilei uma série de situações ilustrativas, para vosso benefício. Só não posso jurar que não se passaram comigo... (emoticon a piscar o olho)


Situação 1:
- OH BOA, SÓ NÃO TENHO PÊLOS NOS DENTES PORQUE TU NÃO DEIXAS!
- (Silêncio)
- HEI??! PSHIU??! TÁS A OUVIR, OH?!
- (Silêncio)
- Tás armada em fina é? Deves ter a mania que és boa! És mas é uma boa m#rda.

Situação 2:
- OH ESTRELA, QUERES COMETA?
- E se o metesses aí no teu amigo?!
- Olham'esta piiii, anda cá que eu meto-te o piiiiiii mais a tua mãe e a tua prima e aviava a família toda. Deves ter a mania que és boa! És mas é uma boa m#rda.

Situação 3:
- OH GOSTOSA, CONTIGO ERA ATÉ ACHAR PETRÓLEO!
- Devias achar grande coisa tu, está mas é calado, que devias era ter vergonha de abrir essa boca nojenta.
- Anda cá, que eu mostro-te! Queres que eu mostre é? Deves ter a mania que és boa! És mas é uma boa m#rda.

Situação 4:
- OH BOA, VAIS A COMER UM GELADINHO É? CHUPA MAS É AQUI!
- Antes morrer uma morte agonizante.
- HÃ?!
- Nem que fosses o último homem na Terra.
Tás armada em fina é? Deves ter a mania que és boa! És mas é uma boa m#rda.

Situação 5 (lembram-se?):
- O QUE EU DAVA PARA CHAFURDAR NESSAS MAMINHAS...
- E se fosses chafurdar nas da tua mãe?
- Na minha mãe?! Respeitinho com a minha mãe, oh, porca de m#rda, lava mas é a boca para falares da minha mãe! Deves ter a mania que és boa! És mas é uma boa m#rda.


E assim sucessivamente... 

6 comentários:

  1. É assim que os trolhas reagem à espécie feminina por Lisboa? Em Coimbra lá vai o piropo inofensivo ou o assobio, mas acho que nunca ouvi javardeiras tão grandes ahah

    ResponderEliminar
  2. Deixa, somos duas.
    (Eu nunca não respondo; a minha avó dizia-me que mulher honrada não tem ouvidos, pelo que posso concluir que, para além de uma grande merda, também não sou honrada.)

    ResponderEliminar