quinta-feira, 2 de julho de 2015

Elas é que mandam em nós!

Que atire a primeira esfregona quem nunca deu por si a arrumar freneticamente a casa porque no dia seguinte... vai lá a senhora limpar a casa. Se isto não é uma estupidez vou ali e já venho. Uma espécie de contra-senso (se ela vai arrumar nós não deveríamos ter de arrumar, não?), mas o que é certo é que conheço "n" pessoas que o fazem, nós cá em casa incluídos.

Eu professo a teoria que as empregadas é que mandam nas nossas casas. Se não, vejamos: quando é que fazemos um esforço para termos a casa em ordem? Na véspera de elas irem! Quando é que lavamos a pilha de loiça acumulada porque ela dá uma lambidela nos pratos e arruma as frigideiras ainda gordurosas? Antes de elas irem! Quando é que ameaçamos os miúdos que elas lhe deitam os brinquedos que estiverem desarrumados todos para o lixo? Sempre! (Mas sobretudo no dia antes de elas irem!)

E o respeitinho que a malta lhes tem? Eu, pelo menos, tenho um medo que me pelo de ela me arrear com um pano encharcado nas trombas e dirijo-me a ela com muita calma: "Olhe, Dona A., tente não estender a minha lingerie delicada junto com a mopa, sim?", "Dona A.zinha, posso pedir-lhe de novo que não mude a decoração da sala? Não, não é que eu não goste dos potes que estavam escondidos num armário todos alinhados na lareira ao lado de jarras vazias. Manias minhas, sabe?", "Oh Donazinha A., pode tentar para a próxima pôr os lençóis do direito? Não, não é a mesma coisa. Pronto, está bem, aquilo que me arranhe, eu aguento, a senhora é que manda!" E assim sucessivamente. Tenho a mania que sou mau-feitio mas amocho com ela que é uma beleza.

E quando ela estraga alguma coisa? A preparação psicológica para lhe dizer leva semanas. No dia do confronto, enfio quatro Xanax no bucho, ponho a proteção dos dentes e das virilhas, benzo-me e lá vou eu. Raisparta a velha que me partiu a câmara do intercomunicador do miúdo, aquela porcaria custou 300 euros, vou dizer-lhe das boas, há de me pagar aquilo em horas, desgraçada que só faz trampa, é hoje que me passo!
- Dona A., o que aconteceu com a câmara do menino, que não funciona, a senhora deixou cair?
- Sim, abri o armário e ela caiu lá de cima, aquilo não é sítio para estar uma coisa dessas, que senão não consigo arrumar a roupa dele!
- Ah, OK.

(Mas na minha cabeça dei-lhe um estaladão e disse-lhe que ela ia passar a ferro de borla o verão inteiro.)

14 comentários:

  1. A empregada, o flagelo cá de casa! A minha é a Dona C., uma ameaça aos tímpanos de quem a ouve a menos de 10m. Nunca ouvi ninguém com uma voz tão aguda.
    Segunda-feira, o dia em que vem passar o que lavo durante o fim‑de‑semana. É também o dia dos estragos, não posso deixar estendida roupa que não pode ser passada a ferro, por ex. roupas que são enrugadas/plissadas. Pois é, Dona C. não tem filtro entre o que pode ser passado ou não, vai daí, estendo roupa tamanho S e encontro no armário de tamanho 3XL, WOW! (Acho que pelo nick com que, acidentalmente, comecei a comentar se percebeu que gosto de máquinas de roupa. Tirando passar a ferro, só eu trato da roupa. Ninguém entra na lavandaria, a não ser que vá passar a ferro, só a Dona C. portanto. Awkward, i know!)
    Sexta-feira, o dia em que vem limpar a casa toda e passar o que levei desde segunda. Sou sempre o primeiro a chegar a casa, e todas as sextas ao entrar penso "assaltaram-me a casa! Não espera, o alarme não tocou, foi a Dona C. que esteve cá". Ele é cortinados por cima de móveis, blackouts tortos, armários fora do sítio, abajures tortos, salvo raras exceções nenhum tapete está na divisão correta e tudo o que se assemelhe a um pós furacão dentro de casa eu encontro. E também tenho um problema com os lençois, no inverno cá por casa uso capas de edredon. Dona C. demorou o 1º inverno que cá esteve todo a compreender que o edredon de aquecimento se mete dentro do lençol capa do mesmo e não se põe só por cima como os típicos lençois de verão que até fazem depois uma dobrinha. Todas as semanas supliquei uma cama bem feita, a meu ver, pelos vistos não ao dela, um inverno inteiro nisto.... Haja paciência! (Peço imensas desculpas por ter feito, mais uma vez, um comentário tão grande!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comenta praí, que eu gosto! Olha, só me apraz dizer: "muita solidariedade nesta hora difícil!"

      Eliminar
    2. Sinto-me muito mais tranquilo por não ser o único que deixa a casa entregue a um demónio possuído!!
      Vou aproveitar para fazer uma questão. É só a minha que anda sempre a "rezar"? É que ela passa o tempo todo a falar entre os dentes....

      Eliminar
    3. Confere. Credos, isto começa a ser assustador!

      Eliminar
  2. Não me digas que aí O dia também é às quintas? xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. À quinta também, mas preciso de mais dias, com tanto animal em casa!

      Eliminar
  3. Por acaso se há coisa que me chateia é a estragação... cortinados japoneses, por exemplo, são muita areia para aquela cabecinha...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, esses foram logo à vida. Bumba, até arrancar aquela tampa toda.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Bem sei que não é um planeta, mas a minha de certezinha que veio da Ursa Maior.

      Eliminar
  5. Bem... nem quero falar da minha empregada. Ela manda mesmo em nós, só não manda no gato! A minha veio de outra galáxia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Juro que achava que era só a minha que me brindava com estas pérolas, mas fico aliviada por saber que não.

      Eliminar