sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Ah, as crianças

Esses seres que conseguem magoar o nariz com o próprio joelho. Que dizem quando os chamo para jantar "Espera só que eu morra", ou "Deixa-me só matar o mano e já vou", ou "Só depois de morrer, mamã!". Que nos lambem um cotovelo e dizem "Yammi". Que para se esquivarem a comer pepino alegam que lhes "faz doer as orelhas". Que da cintura para baixo cheiram constantemente a casa de banho pública. Que comem um bago de arroz entalado há dois anos num rodapé e quase uma traça que estava ao lado. Que, bipolarmente, tanto têm os pescoços mais cheirosos do mundo quanto os que dão vómitos de tanto bedum. Que, ao fim de 5 minutos a ouvi-los, nos fazem questionar por que os tivemos, mas que depois de 5 minutos sem os ouvir nos questionamos se estarão doentes. Que tanto nos fazem ter vontade de os matar quanto de os engolir de tanto amor. 

Ah, as crianças, que me enfiaram um Playmobil num ténis e que estou aqui a escrever para me acalmar e não os correr de casa à vassourada, não sem antes lhes introduzir o Playmobil como se fosse um supositório de Ben-u-ron.

10 comentários:

  1. Olá :) Sei bem o que isso é também. Aqui em casa existe uma dessas crianças que tem 2 anos! Chama-se Leonor e se a deixassem punha a casa abaixo e voltava a ergue-la!
    É minha sobrinha, muito linda. Mas, ás vezes, dá vontade de a enviar de volta de onde ela saiu.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hélder, tão verdade. Beijinhos!

      Eliminar
  2. Adoro pepino. :D nunca me fez doer as orelhas.
    (E desculpa mais parva? Não se arranjava? :D)

    ResponderEliminar
  3. Viajando de um blog para o outro acabei por vir aqui parar. É o único que me levou a comentar. Um texto cheio de vida, sem limitações - devido ao politicamente correcto, e que nos cativa do princípio ao fim. Vou voltar.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que maravilha de comentário, muito obrigada, Ana Filipa. Volte sempre, é muito bem-vinda!

      Eliminar
    2. Como prometido, pessoa simpática.

      Eliminar
  4. Eu já sou grande ainda magoo o nariz com o meu próprio joelho... É uma coisa que não sei explicar!!! :D

    Inês Rocha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Inês, é pôr isso a render e mandar o CV para o Cirque du Soleil! ;)

      Eliminar