terça-feira, 29 de setembro de 2015

O diário dele

Ah e tal, as crianças também têm direito à sua privacidade. Epá, com estas pérolas é difícil, e isto já tem algum tempo. Bom, para tranquilizar os mais sensíveis no geral e a Comissão de Proteção de Menores e Respectivos Diários em particular, cumpre-me informar que estou devidamente autorizada a divulgar estas imagens. Assim sendo, pretendo que fique para memória futura o que o Máivelho julga interessante reter dos seus dias, reduzindo-o a escrito.

Portanto, ele tem uma máquina "fotográbica". 
O pai apanhou-o na quarta, mas só lhe deu uma palmada
no rabo no dia seguinte
O carro do pai estava gelado e o Sérgio maquilhou-se (WTF?!)
No dia seguinte novamente menção ao carro gelado do pai 

(já aquecias o carro, não, homem?!).
A escrever teste de "portugês" assim não se pode esperar grandes notas. 
Registe-se que a meio da semana respirou fundo 
e no sábado levou um chapadão do irmão.

8 comentários:

  1. Adorei. A vida é mesmo cansativa quando somos pequenos ;) mas também é dolorosa,apre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos chapadões e palmadas na vida desta criatura.

      Eliminar
  2. Aquele "respirei fundo" está muito bom.
    Uma vida deveras atarefada! :D

    ResponderEliminar
  3. Que vida... Merecia um livro ;)
    Olha se fosse meu, ontem teria escrito algo como "fiquei com água até aos tornozelos, levei com uma esfregona voadora e o meu carro virou barco"

    ResponderEliminar