sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Conclusões Halloweenianas

Não é fácil uma gaja maquilhar-se enquanto crianças lhe tentam pregar cagaços de morte de 5 em 5 minutos, saltando em voo de trás de móveis e berrando que nem loucos. Uma aranha enfiada na gaveta dos blushes, embora de plástico, faz estragos ao nível psicológico. O mesmo se pode afirmar de uma cobra ao lado das máscaras de pestanas. 

Por outro lado, o pincel de pó, aquele mais grosso e pesado, em cheio na cabeça do esqueleto fantasma, faz um belíssimo efeito. E a cobra, agarrada por uma extremidade, proporciona um supimpa ricochete no rabo de uma criança.

"Trikótrike!!", criança pouco versada
em línguas dixit.

Sem comentários:

Enviar um comentário