quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Higiene oral, again

Pois que na consulta de Higiene Oral há sempre aventura, não é verdade (ora ide aqui)? Já não vou à consulta do outro maluquinho, mas continuo a ter muito de que me queixar. Cá vai lista:

- "Viu? Ficou com a maquilhagem impecável!" Assim sim, um higienista oral com as prioridades bem definidas.
- E onde e como deveremos posicionar as mãos? Tendo a deixá-las em cima do peito, de forma bastante mórbida (só me faz lembrar os mortos dentro do caixão), mas a certa altura dou pelos dedos nas posições mais idiotas, hirtos, não raramente a fazer piretes involuntários. Uma vergonha.
- Senhores higienistas deste Portugal (e do mundo todo, que sei que me estão a ler): não vale a pena contar piadas, porque (i) é estúpido (já para não falar de falta de educação) rir de boca aberta; (ii) com o aspirador e toda a parafernália enfiada lá dentro também não dá, ou arriscam-se a levar com aquilo regurgitado (iii) é impossível fazê-lo com aquela dentadura gigantesca cheia de flúor (iv) rir só com os olhos por medo das vossas represálias por não estarmos a achar piada às vossas graçolas faz rugas.
- Já agora, então se estamos numa de quid pro quo, riam-se das nossas piadas, senhores higienistas, porque vocês, sim, têm a boca vaga: a piada "fiz em tempos uma sopa que sabia assim" em referência àquele jato salgado nojento tem imensa graça!
- Sou só eu que acho o ato de o higienista nos esfregar os lábios com vaselina assim... coiso?
- Então e volta e meia ele pentear-nos o cabelo ou pôr-nos uma madeixa atrás da orelha?
- E percebi que parece que é comum mandarem-nos dar um beijinho no aspirador quando queremos que fechemos a boca naquilo. Oh well...

2 comentários:

  1. No "meu" consultório há televisão no teto para enquanto estivermos ali todos escancarados podermos dar um olhinho na fox...

    ResponderEliminar