sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Conversas parvas comócatano #24

Contexto: numa loja, ando a ver coletes, mais o desgraçado do costume, o compadre. Bato com os olhos num de pêlo, lindo de viver. Noto, no entanto, que não tem botões, nem fecho.
Compadre: - Não vais levar?
Moi: - Não, gosto imenso, mas o problema é sempre o mesmo, uma pessoa fica cheia de frio nos braços! E ainda por cima não dá para fechar. E para que me serve uma coisa peluda permanentemente aberta?

Só obtive silêncio em resposta. E uma valente cara de ordinário.

8 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!! Puseste-te a jeito, temos de admitir. :D
    (Já agora, quem te manda escolher para compadre tamanha criatura? :D)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu lá podia escolher outro? Tinha de ser uma criatura com nível semelhante de parvoíce, não?

      Eliminar
  2. AHAHAHAHAH! Com essa resposta estavas a pedi las!!!!!
    Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai o catano, mas tudo goza comigo hoje?

      Eliminar
  3. Ahahaha!!!! Pareces uma gaja que eu cá sei: só no momento em que acaba de as dizer é que se apercebe da coisa. (Às vezes, nem isso.)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Regra geral, a porcaria que sai desta boca de esgoto é propositada. Desta vez é que foi tão inocentezinho...

      Eliminar
  4. Ah, exactamente o que eu teria pensado. Sou uma ordinária!

    ResponderEliminar