quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Ode às mulheres

Pessoas, se tomarmos muito à letra a minha crónica desta semana na NiT chegamos à conclusão que já estive mais longe de virar lésbica. Ou então estou em TPM profunda, eu sei lá. Só sei que espero que algumas de vocês se identifiquem com os pontos que descrevi. Quem se identificar com todos é a minha alma gémea. Quem não se identificar com nenhum que procure bem, porque há para aí uma pilinha escondida. Tenho dito. A dita, aqui.

26 comentários:

  1. muito bom mesmo. e só não somos alma gémea, porque quando questionada, eu nunca admito que estou em dias TPM. ainda me irrita mais, ter que assumir.

    ResponderEliminar
  2. "E conhece a realidade de apanhar os cabelos que ficam presos na zona entrebochechas depois do banho." o sacrifício que fiz para não mandar um valente gargalhada aqui no trabalho...é tudo tão verdade!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acreditas que até há pouco tempo achava que só me acontecia a mim? Até que em conversa com uma amiga percebi que não, é mal geral. E ela, desagraçada, tem lianas, o que torna o caso ainda mais dramático.

      Eliminar
    2. Acho que sofremos todas desse mal. A não ser que tenham cabelos muito curtos.
      Mas pronto. Não me identifico com todos os pontos que falas lá, mas com a maioria sim. Viva as gajas! :D

      Eliminar
  3. Não percebi. Quais o que? Quais gajas? Quais pontos? :D

    ResponderEliminar
  4. "Ou a de estragar as capas dos saltos na calçada e os consequentes instintos assassinos." Nem por isso. Nunca me aconteceu. :)
    "A ginástica envolvida no ato de vestir umas calças de pele bem justas. Ou de as despir." Não uso calças de pele. :)
    "Só uma mulher compreende o que é passar 10 horas do dia em cima de palitos de 15 cm espetados nos calcanhares e fios de tecido entalados no rabo. E ainda assim (ou por isso mesmo) sentir-se imensamente sexy." No way! Ninguém me apanha com saltos e muito menos com tecido entalado no rabo. :D
    "É preciso uma mulher para verdadeiramente entender o efeito que a palavra “saldos” provoca noutra." Nope. Não me provoca efeito nenhum. Detesto ir às compras. :D
    "Só ela para entender a importância de um bom corretor de olheiras. Ou de um soutien push-up." Não uso nem uma coisa nem outra. :D
    "Só uma mulher compreenderá o poder terapêutico de uma pedicure. Ou de uma ida às compras." Acho que nunca fui à pedicura. E em relação às compras já respondi em cima. :D
    Pronto. Quanto ao resto concordo. :D :D :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hummmm... És um bocado gajo, tu.

      Eliminar
    2. E eu sinto-me um nadinha gaja, sou um bicho que coabita em certas lojas. De tal maneira que numa loja em especial, a assistente mais simpática, já sabe o modelo de calças que habitualmente compro e o meu tamanho. Ou então é porque, praticamente, só compro calças lá.

      Eliminar
    3. Ora bem, considerando que tenho uma irmã 11 anos mais velha e que quando fui "fabricada" foi para ser um Cláudio... É, se calhar saí com algumas coisas de gajo. :D

      Eliminar
    4. Está tudo explicado, Cláudio. :D

      Eliminar
  5. Confere, somos almas gémeas!

    No próximo mês, quando estiveres novamente com tpm, podes fazer a "Ode às mulheres - Parte II", porque ainda há mais para esmiuçar :)

    Cá beijinho minha boneca mais linda 😘

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, que ainda ofendo a maluca que foi lá dizer na NiT que escrevi um texto vazio e parvo. Alguém está com TPM da brava e a precisar de um bom par de chapadas também.

      Eliminar
    2. Definitivamente a criatura não conhece o barraco. É convidá-la a vir até cá. :D

      Eliminar
    3. Nem me vou dar ao trabalho de responder. Quem não entende o tom em que aquilo foi escrito, claramente tem um problema e uma gravíssima falta de poder de encaixe. De gente dessa quero distância.

      Eliminar
  6. É só por que sim, vim opinar sobre o geral, noutro comentário! Devo dizer que acho os sapatos de salto das coisas mais bonitas e elegantes que uma mulher pode usar. Mas muitas vezes ouço a minha mãe dizer: "estes sapatos cansam-me", "já estou com uma dor de pés que não aguento", coisas do género. Vai daí, pergunto: são assim tããããooo desconfortáveis?
    E quanto à TPM só tenho uma coisa a dizer, quando vocês próprias não se aturam, imaginem nós que convivemos convosco. Just that...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sai uma chapada para a mesa do Miguel!

      Eliminar
    2. An, e quanto aos sapatos, sim, a maioria são bastante desconfortáveis. É o preço a pagar. Mas também te digo, com a idade noto-me mais exigente com o conforto. Agora, ao fim de um dia em cima de saltos mesmo os mais confortáveis deixam mossa.

      Eliminar
    3. Sempre uma fofa, esta Boneca... Ca beijinho, ídolo-te!
      Olha que também noto isso na minha mãe, vejo-a optar mais vezes por salto mais baixo ou, uma vez por outra, raso.
      (Obviamente que no 1º comentário era um "E" mas o corretor, esse filho duma grandíssima mulher da vida, agora deu em acentuar todos os "e's". Era pegar nele e na Siri, fechá-los num saco e atirar ao rio)

      Eliminar
  7. Só não sou a tua alma gêmea por causa de 2 pontos: o do edredão em setembro pois só me rendo ao frio quando começo a congelar e a parte da pedicura, sou eu que faço a mim mesma porque tenho pânico que me magoem ou arranquem alguma coisa que não devam. Ja tive mas experiências e agora só eu toco nos meus pezinhos. Que obviamente gosto que andem sempre bonitinhos.
    Quanto ao resto concordo com tudinho!
    Carla

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ficas em lista de espera, portanto, Carla ;)

      Eliminar
  8. Somos gémeas!!! :D Meeedo!! :D
    Não há um ponto com o qual não me identifique...GAJA SOFRE!!! Ahaha :D
    MM

    ResponderEliminar