terça-feira, 15 de março de 2016

Nutella, motosserras, borbulhas e uma lição de vida

Pessoas, não sei se já repararam mas estou #muitáfortenostítulos. Ai não? Cambada de ingratos, uma pessoa aqui esforçar-se em vosso prol. Como penitência, é vergastarem-se nesses lombos três vezes ao dia após as refeições e lerem esta minha crónica sobre o tema citado no título (maravilhoso, por sinal). Ora então ide e leide. Loide. Lady. Coiso.

4 comentários:

  1. Tens a tua foto na crónica! :-) Agora já escusas de esconder a cara nas fotos aqui! És gira com ou sem borbulhas e não aparentas mais de 28, 30 anos! Parabéns pela crónica! Homens são muito complicados na sua simplicidade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre esteve lá, mas é num contexto diferente ;) Prefiro continuar com o meu semi-anonimato, ou pseudo-anonimato ou lá o que é isto. Em minha defesa, esta nova foto está com uma edição que valha-me Deus, pareço despenteada mental.

      Eliminar
  2. "Porque nos podemos passar da marmita e PEGAR NA MOTOSSERRA"- ameaça do ano! Talvez adopte esta também ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu adota, homem. E depois diz como correu.

      Eliminar