terça-feira, 30 de agosto de 2016

13 anos com ele

Epá, 13. CA-TA-NO. Espero que não dê azar. O que é certo é que foi em          30-8-03, data bem redondinha, que demos o nó, numa cerimónia com particularidades que podem ser recordadas aqui. E cá vamos andando, agora já não troco este, porque a trabalheira que me daria treinar outro não dá lá muito jeito. O gajo já está habituado a mim e eu a ele e pronto.

Segredo de um casamento feliz e duradouro? Deixei algumas dicas em tempos neste post. De resto, não tenho propriamente um guia formal, mas posso afiançar-vos que no nosso caso passa em larga medida pelo frango. 

Sim, leram bem, frango.

Tenho quase a certeza que os casais que gostam das mesmas partes do frango não irão durar. No nosso caso, ele gosta do peito e eu das pernas. No caso dele, gostar dessa parte da ave faz todo o sentido, dado que a sua mulher é desprovida de peito. O homem vinga-se, portanto, nos galináceos. Outro aspeto é a lontrice: digamos que num casal em que ela não toca em hidratos e ele é maluco por massa a coisa tem tudo para dar errado, não é verdade? Já para nós, a date night perfeita pode passar por mamarmos sandes de coirato no chão da sala, beber Sommersby e ver séries em barda. 

Então, Boneca da nossa vida, o que tu queres basicamente dizer-nos é que para um casamento durar mais de uma década interessa é que estejam em harmonia em sede de alarvanço? Precisamente, que belíssimos discípulos que vocês me saíram! Mas atenção! A malta depois treina, que isto de consumir o nosso peso em entremeadas e sushi tem depois de ser devidamente corrigido no ginásio.

De resto é levar a vida com bastante sentido de humor e um certo respeito, e a coisa faz-se bem. É eu dar diariamente graças ao Criador que haja quem me ature. É eu continuar a achar piada ao "mãozinhas de porco" que deixa cair ao chão tudo em que toca. E é eu continuar a sentir o mesmo friozinho no estômago de há 15 anos quando botei pela primeira vez estes olhinhos num belo bufunfo nele pela primeira vez numa aula de Body Combat e pensei "Oláaaaaa, com um professor destes é que eu fico rijinha em três tempos!"

Cá beijinho de parabéns a nós, gosto-te paletes, mãozinhas de porco máilindo de sua Boneca!

6 comentários:

  1. Questões pertinentes, essas que invocas para manter um relacionamento. A questão do frango, então, é absolutamente primordial. No meu caso quem gosta de pernas é ele (e eu de peitos). :D
    Feliz aniversário, Boneca e marido!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também há de durar muito essa relação então, suas lontras! Cá beijinho.

      Eliminar
    2. Já dura há 14 (e uns trocados), por isso...
      Era praticamente bebé quando começamos a namorar. E fomos ficando, ele a comer as pernas, eu a comer os peitos. :D

      Eliminar
    3. Isso agora soou supimpamente badalhoco!

      Eliminar
  2. Caramba, tanto ano. E, ainda assim, sou menina para achar que daqui a 13 anos estarei aqui a escrever a mesma coisa.

    ResponderEliminar