quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Gente com valentes pancadonas #22

Mais um apanhado daqueles bem ilustrativos das criaturas enxertadas em corno de cabra que vão a um motor de pesquisa e cá vêm bater com os costados:

- queres almoçar comigo: bem sei que já me posso apelidar de quarentona e que se calhar não percebo lá muito dessa coisa da Internet. Não obstante, tenho um leve feeling que este tipo de convite lançado assim no Google é capaz de não ter muita saída. Esta criatura provavelmente já tem raízes a saírem-lhe da regueifa de tanto que esperou por uma resposta (e enquanto aguardava entreteve-se a dar uma vista de olhos neste pardieiro, o que, apesar de tudo, demonstra alguma vontade de ampliar conhecimentos).
- massagens alfornelos: ora aqui está um assunto que eu domino. Sei de cor as coordenadas dos melhores sítios para se receber massagens em Alfornelos, aliás, este blogue é o Zomato das massagens. Sobretudo em Alfornelos: na rua principal, ao lado do café, há um sítio belíssimo. Se preferirem, quando saem do metro, há outro ao lado do supermercado.
- benfica boneca: bela pesquisa, concisa, pragmática, de quem sabe o que quer. Mas também tremendamente imbecil, tendo - obviamente - vindo cá parar. Bem-vindo, de qualquer modo, porque se trata de uma casinha de uma Boneca, do Benfica justamente.
- frases já foste: 12 pontos para este querido que não escreveu "já fostes", pontos esses que lhe serão imediatamente retirados por, precisamente, andar na net à procura de cenas para ser engraçadinho. Ai deixa cá ver que tiradas fixes poderei utilizar com uma miúda da próxima vez que estiver em tertúlia estival. Epá, larga de ser choninhas e recorre a frases como "diz-me como te chamas para te pedir ao Pai Natal", ou "o meu amor por ti é como diarreia, não o consigo segurar cá dentro".
- mãe bate boneca: sei de fonte segura (o meu lombo) que Mãezinha malhava à razão de dia sim dia sim em sua filha insubordinada mas penso que tal não conta para as estatísticas do Google porque nessa altura ainda não tinha feito a operação de mudança para Boneca, por isso, não te posso ajudar.
- sei que tenho um dom: ai sabes? E que tal pô-lo a uso e não teres de recorrer ao Google, hein? Senão não és mais do que aquela vidente a quem o escritório ardeu três vezes sem que ela o tenha adivinhado.
- www eu comia boneca: aqui a preocupação essencial será perceber se houve uma altura em que esta criatura deglutiu uma Tucha, ou se pura e simplesmente não sabe escrever e queria mesmo era partilhar algo como "eu comi a boneca" com o mundo em geral e a Internet em particular. Aquele www à frente intrigou-me: também poderia estar em busca de sites onde pudesse visionar a nobre atividade de deglutição de Nancys, eventualmente, nunca saberemos.
- fenómenos sobrenaturais samouco: oh filho, senta-te e puxa uma cadeira. Ou se queres a papinha feita, espreita aqui as festas do Samouco ou este post, ou este xuxu gostoso.
- blogues de gajas: assim no geral? Podes especificar? É que, cheira-me, nenhuma mulher que tenha um blogue quando tem de o registar pense "ora válaver, categoria ... família ... não ... moda ... também não... ah, é isto, blogue de gajas" Mas, lá está, isto sou eu que não percebo nada de nets.
- como não deixar marcas das molas: é não estender a roupa usando molas. TCHARÃAAA. Isto para não dizerem que fazem buscas e eu não dou nenhum tipo de auxílio e mimimi.
- bonecas do mal new school: hum... que dizer a isto... pessoa, se vais iniciar o ano letivo numa escola nova, talvez não seja fixe desatares a fazer voodoo. Tenta primeiro arranjar amigos pela via normal, como por exemplo "Olá, eu sou o (preencher), isso é um Pikatxu aí debaixo da tua axila?"

4 comentários:

  1. O conselho acerca das molas já me salvou o dia ahaha :D

    ResponderEliminar
  2. Pikatxu? PIKATXU?
    Nunca esperei isso de ti, Boneca...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a tentar ser modernaça, posso?

      Eliminar