sexta-feira, 5 de maio de 2017

A palavra acabada em alho

A crónica desta semana aborda uma situação que todos nós pais tememos aconteça às nossas crias: o dia em que daquelas boquinhas até então santas sai disparado um impropério de fazer corar uma trabalhadora de esquina. Esse dia aconteceu e a palavra foi mesmo cabeluda. Aqui.

Aquele momento em que o teu alho fica por cima
da vagina do RAP.

Sem comentários:

Enviar um comentário