quarta-feira, 3 de maio de 2017

Não podemos viver sem eles, mas se eles desaparecessem apenas por uns diazitos até era capaz de apreciarmos

Os homens têm idiossincrasias engraçadas. Digo engraçadas para não dizer estúpidas e não entrar logo a pés juntos na primeira frase, perdendo assim os 4 leitores masculinos que possuo, a saber, o compadre, o Jajão samouquense, o Carlitos que só cá vem ler às 4 da manhã porque tem vergonha, e o Miguel Couto. Notem que não incluí nesta vasta lista Senhor meu Marido, porque - como direi - ele se está positivamente cag...marimbando para isto. Menos mal, porque assim posso usá-lo como exemplo e extrapolar para o resto da população masculina. Se bem que se o resto da população masculina envergasse uns glúteos e uns bícepedes e uma peitaça como a de cônjuge bonecal, o mundo seria bem mais gostoso. Mas adiante, que já me perdi no raciocínio e ainda tenho dois episódios do Ouro Verde em que a única coisa que faço é babar ante a visão de Diogo-Morgado-seu-xuxu-venha-cá-à-Boneca-que-não o aleija, o resto é fast forward à bruta para visionar, que isto lá porque uma pessoa já comeu não quer dizer que não possa passar uma vista de olhos pelo menu porque gosto de demonstrar o meu apoio à ficção nacional.

Dizia eu que os homens têm umas particularidades esquisitas. Como a capacidade de armazenar informação sem qualquer utilidade, apetência essa que - na minha modesta opinião - poderia ser mais bem aproveitada noutras situações da vida. Num destes dias estava a dar um resumo de alguns golos emblemáticos do Ronaldo e, obviamente, tinha o restante agregado de olhos colados ao ecrã de TV, ignorando-me ostensivamente. Enquanto isso, o meu homem ia enumerando, um a um, os jogos onde os ditos golos aconteceram, completando a informação com o campeonato em causa e contra que equipa foi. 

Os homens são bichos que se lembram do resultado do Freamunde/Santa Rata de Cima em futsal. E do aniversário em que comprámos a primeira planta, seria pedir muito? Sabem quantos golos marcou um qualquer mânfio contra o Unidos da Venda do Pinheiro na Liga de Hóquei de 1997, mas tá quieto que se lembram que nos recusamos a usar toalhetes íntimos da marca do supermercado. Quem decora marcadores deveria, no mínimo, decorar listas de compras por ordem alfabética!

E depois ainda estranham que saibamos a que coleção e temporada pertence uma determinada peça de roupa, em que loja de que centro comercial a comprámos, o que levávamos vestido nesse dia, quanto pesávamos, com quem fomos e quantos niguiris de salmão enfardámos antes, para termos forças. Se isto não é informação bem mais relevante do que um qualquer golo marcado de cabeça na sequência de um livre a 20 metros originado por um pontapé do não sei quantas que vestia uns calções justos brancos com uma camisola branca com riscas azuis assim de ladecos e umas chuteiras cor de rosa giríssimas, que eu própria seria capaz de conjugar com um fatinho de treino para uma ida ao Colombo num domingo.

12 comentários:

  1. Respostas
    1. Falei-te ao coração na parte das chuteiras e do fato de treino para outfit de centro comercial ao domingo, confessa.

      Eliminar
  2. Por um lado ainda bem que somos diferentes, caso contrário a coisa perdia a piada, contudo, por vezes irritam-me (os homens). Quando há futebol, conheço alguns que é melhor nem falar porque pura e simplesmente ficam com a boneca em êxtase e o mundo para. Não adianta falar, eles estão noutro mundo. Irritantes pá, só conseguem dedicar atenção a uma só tarefa de cada vez. Viva as Mulheres, Viva!

    O Diogo Morgado é engraçadinho mas é só, a meu ver. Não percebo tanto fascínio pelo menino em questão.

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz Senhor meu Marido que ficar com a boneca em êxtase é agradável (badumtsssss). Quanto ao Diogo Morgado, por mim podem todas achá-lo até um valente estafermo, que mais sobra! ;)

      Eliminar
    2. Ahahah, O Senhor Marido de Boneca gosta de forrobodó (badumtsssss). ;)

      Eliminar
    3. Invoco a 5ª Emenda!

      Eliminar
  3. Excellent post! I follow you,please follow me back
    http://fashiontrendsfashionblog.blogspot.ba/

    ResponderEliminar
  4. Dado que só falaste sobre futebol, não só gostei como concordo! Pertenço à ínfima minoria masculina a quem o futebol passa ao lado. Bem ao lado, diga-se!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estava a ver que não vinhas dar o ar da tua graça a um post que inclui especificamente o teu nome. Ainda pensavam que estava a inventar leitores, pá.

      Eliminar
    2. Nada disso, atrasado mas cheguei! E tenho a dizer que adorei o reconhecimento em cabeçalho de post.

      Eliminar
    3. Ah bom, 'tava a ver.

      Eliminar