segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Reflexões numa segunda-feira de outono que, afinal, vai-se a ver, e é de verão

Na próxima vez que acharem bem gira e estilosa e confiançuda uma mulher de macacão:



lembrem-se que ela perderá toda a compostura mais cedo ou mais tarde, pois terá de ir à casa de banho, e terá de se despir toda para fazer o seu chichizinho, tentando acrobaticamente não tocar com o tecido no chão, contorcendo-se para tirar as mangas, fazendo um rolo de tudo o que está dependurado, maldizendo o mafarrico que inventou a peça. Todavia, tal como as dores de parto, rapidamente tudo é esquecido e se vai ao segundo. Macacão. Ou filho, consoante o caso.


Sem comentários:

Enviar um comentário