terça-feira, 7 de novembro de 2017

Parabéns, Máivelho

Oh rapaz, que me foste fazer anos em cheio nesta fase tão ruim. Lá tenho de engolir as preocupações e fazer as macacadas que se espera, não é? E lá tenho de me dirigir ao computador e abrir o Blogger, que tanto me tira do sério! Não poderia deixar de assinalar este dia, uma vez que chegaste a uma fase da tua vida de que me lembro vividamente. Verdade, lembro-me como se fosse ontem de quando fiz 12 anos, neste mesmo mês, que é nosso, de ter entrado para o mesmo liceu, que agora também partilhas comigo. Dispenso, no entanto, que tenhas em comum comigo o coração que vi partido pela primeira vez a sério no 7.º ano. De resto, partilhamos as boas notas, as respostas prontas, a cabeça relativamente ajuizada e uma inocência que depressa se desvaneceu/desvanecerá, fruto do decorrer normal da vida. Filhote, mais um marco, aproximas-te da adolescência a olhos vistos, embora no recato do nosso ninho (e sobretudo na tua relação com o mano) continues o mesmo menino de sempre. Aqui entre nós, connosco podes continuar a sê-lo enquanto quiseres. O meu menino dos olhos bonitos. Parabéns, meu querido.

4 comentários:

  1. Parabéns p'a Máivelho, para sua mãe, para o pai. Os pais estão sempre de parabéns nestes dias.
    Que seja um dia em grande para todos.
    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  2. Parabéns para o teu filho. Um beijinho.

    ResponderEliminar